Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/68771
Author(s): Magalhães, Dulce Marlene Oliveira de
Title: Ácidos gordos Ómega-3 na gravidez
Issue Date: 2012
Abstract: Resumo da tese: A gravidez é um período determinante para a saúde do bebé e da mulher, por isso é importante que a mãe pratique uma alimentação saudável e equilibrada, a fim de otimizar a saúde dos dois, reduzir o risco de complicações durante o parto e prevenir o aparecimento de algumas patologias no bebé. Este período exige uma necessidade nutricional superior para a manutenção da nutrição e saúde materna e garantia do adequado crescimento e desenvolvimento do feto, já que a única fonte de nutrientes do feto é a ingestão alimentar e as reservas da mãe. O adequado consumo de ácidos gordos ómega-3 é muito importante durante a gravidez para assegurar o crescimento, o desenvolvimento cerebral e a acuidade visual do feto. Além disso, alguns estudos provam que pode ter um papel determinante no tempo de gestação, na prevenção de sintomas depressivos da grávida e na diminuição da resposta inflamatória na criança. As formas de ómega-3 biologicamente ativas são o ácido eicosapentaenóico e o ácido docosahexaenóico. Estes ácidos podem ser obtidos através da conversão do seu precursor, o ácido alfa-linolénico, ou diretamente através de fontes alimentares de origem marinha, como peixe gordo e algas. Como a taxa de conversão é baixa, entre 1 e 10% variando de pessoa para pessoa, é muito importante a ingestão de alimentos ricos em ácido docosahexaenóico durante a gravidez. Em alternativa, temos a suplementação ou a fortificação de alimentos com ácidos gordos ómega-3Thesis abstract: Pregnancy is a crucial period to the health of baby and woman, so its important that mother practice a healthy and balanced diet, to optimize the health of both, reduce risk of complications during childbirth and prevents the onset of some diseases in the baby. This period requires a higher nutritional need for maintenance of nutrition and maternal health and ensuring fetus proper growth and development, since the only source of nutrients to the fetus is food intake and the reserves of the mother. Adequate intake of omega-3 is very important during pregnancy to ensure growth, brain development and visual acuity of fetus. In addition, some studies prove that omega-3 may have a determinant role in gestation time, prevention of depressive symptoms in pregnant women and decreased inflammatory response of children. The biologically active forms of omega-3 are eicosapentaenoic acid and docosahexaenoic acid. These acids can be obtained by conversion of its precursor, the alpha-linolenic acid, or directly through dietary sources of marine origin, such as fatty fish and algae. As conversion rate is low, between 1 and 10%, varying from person to person, its very important the ingestion of food rich in docosahexaenoic acid during pregnancy. Alternatively, we have the supplementation or fortification of foods with omega-3.
Description: Trabalho complementar (Monografia) realizado no âmbito da Unidade Curricular Estágio da Licenciatura em Ciências da Nutrição da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, sob orientaçãode Dr.ª Vera Bessa (Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, E.P.E Penafiel)
Subject: Ciências da Saúde, Ciências médicas e da saúde
Health sciences, Medical and Health sciences
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde
Medical and Health sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/68771
Document Type: Trabalho Académico
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
39793.pdf217.78 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons