Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/123728
Author(s): Raquel Elisa Pereira
Title: Impacto do programa de estimulação cognitiva ImproveCog no funcionamento executivo e cognição global de idosos com défice cognitivo ligeiro e demência
Issue Date: 2019-11-12
Description: A estimulação cognitiva oferece um envolvimento em grupo numa variedade deatividades que proporcionam melhorias no funcionamento cognitivo e social de pessoascom demência e défice cognitivo ligeiro (DCL). A evidência empírica demonstra queindivíduos que permanecem dinamicamente envolvidos em atividades cognitivas,apresentam melhorias no funcionamento cognitivo global e na qualidade de vida (Spectoret al., 2003). No entanto, não existe evidência relativa a eventuais ganhos em funçõescognitivas específicas como as funções executivas. Este estudo pretende avaliar a eficáciado programa de estimulação cognitiva ImproveCog, implementado em contextohospitalar ao longo de 3 meses, na cognição global e funcionamento executivo de pessoascom DCL e demência de Alzheimer (DA). Para tal, procedeu-se à comparação dodesempenho de pacientes que participaram no programa (n = 29; grupo experimental) ede pacientes que não participaram (n = 11; grupo de controlo passivo), através dosresultados obtidos nos dois momentos de avaliação pré e pós intervenção (T1 e T2). Osresultados demonstraram que nas medidas de cognição global (MMSE e MoCA), o grupode pacientes que não foi alvo de estimulação cognitiva piorou significativamente. Aindaque se tivessem observado ganhos do ponto de vista clínico nos pacientes alvo doprograma, as diferenças não foram estatisticamente significativas. Relativamente àsfunções executivas (IFS, FV, BADS, Stroop e TMT), as diferenças apenas foramsignificativas nas medidas de fluência verbal semântica e fonémica, sendo que o grupode pacientes alvo do programa melhorou significativamente. Adicionalmente, procedeu-se a uma análise de cariz exploratório para avaliar eventuais efeitos da idade e daescolaridade nos resultados obtidos com o ImproveCog. Observou-se que os pacientesmais velhos (70 aos 89 anos; n = 18) e com maior escolaridade (5 a 11 anos completos; n= 11) apresentaram ganhos significativos na medida breve de funcionamento executivo(IFS). O presente estudo, inserido num projeto de investigação mais vasto, contribui parademonstrar que os programas de estimulação cognitiva são intervenções eficazes edesejáveis, chamando a atenção para a importância do rastreio precoce e implementaçãodos programas em todos os contextos de saúde.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 202302750
URI: https://hdl.handle.net/10216/123728
Document Type: Dissertação
Rights: restrictedAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
364559.pdf
  Restricted Access
Impacto do programa de estimulação cognitiva ImproveCog no funcionamento executivo e cognição global de idosos com défice cognitivo ligeiro e demência760.77 kBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.