Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/117827
Author(s): Oliveira, Ana
Fernandes, Joana
Bateira, Carlos
Faria, Ana
Gonçalves, José A.
Title: Influência dos Modelos Digitais de Elevação na susceptibilidade a escorregamento com modelo de regressão logística = Influence of Digital Elevation Models on landslide susceptibility with logistic regression model
Issue Date: 2018-12
Abstract: This paper focuses on the influence of Digital Elevation Models on the landslides susceptibility assessment in agricultural terraces, using Logistic Regression statistical model.This study was performed in a watershed located at Carvalhas Estate in Douro Valley, using an inventory of 109 landslides. To analyse the influence of the digital elevation model (DEM) resolution we used three DEMs, (A), (B) and (C). The DEMs (A) and (B) were directly obtained by processing aerial images and extracting different resolutions, 1 and 5 meters, respectively. The DEM (C), with 5m resolution, was processed with Topo to Raster interpolation method, using as input data contour lines of 10 m interval, elevation points and hydrography.The Logistic Regression was performed using two models which are distinguished by the independent variables selection. At model 1 was used the slope, curvature, raiser slope, riser height, contributing areas and topographic wetness index. In model 2 we decide remove the independent variables related with the terrace geometry, riser slope and riser height.The result seems to indicate that there is no significant influence of different resolutions of Digital Elevation Models in susceptibility modelling at this small scale and using statistical methods. The independent variables riser slope and riser height provide information of the terraces geometry and the construction techniques that enter the modelling process with more detailed information.
Description: O artigo demonstra a influência dos Modelos Digitais de Elevação na avaliação da suscetibilidade a movimentos de vertente em terraços agrícolas, utilizando o modelo de base estatística -Regressão Logística.O estudo foi realizado numa bacia hidrográfica localizada na Quinta das Carvalhas, no Vale do Douro, utilizando um inventário de 109 movimentos de vertente. Para analisar a influência da resolução do Modelo Digital de Elevação (MDE), utilizaram-se três MDEs, (A), (B) e (C). Os MDEs (A) e (B) foram obtidos diretamente pelo processamento de imagens aéreas e extração de diferentes resoluções, 1 e 5 metros, respetivamente. O MDE (C), com resolução de 5 m, foi processado com o método de interpolação Topo to Raster, utilizando como dados de entrada curvas de nível com equidistância de 10 metros, pontos cotados e a hidrografia.A Regressão Logística foi realizada utilizando dois modelos que se distinguem pela diferente seleção das variáveis independentes. No modelo 1 utilizaram-se o declive, curvatura, inclinação do talude, altura do talude, área contributiva e índice topográfico de humidade. No Modelo 2, removeram-se as variáveis independentes relacionadas com a geometria do terraço, nomeadamente a inclinação do talude e a altura do talude.Os resultados indicam que não existe influência significativa na modelação da suscetibilidade com métodos estatísticos, a uma pequena escala, utilizando diferentes resoluções dos MDEŽs. As variáveis independentes, inclinação do talude e altura do talude, fornecem informações relativas à geometria e técnicas de construção dos terraços, e permitem um processo de modelação com informações mais detalhadas.
Subject: Geografia
Geography
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/117827
Document Type: Artigo em Revista Científica Internacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCUP - Artigo em Revista Científica Internacional
FLUP - Artigo em Revista Científica Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
304184.pdf5.57 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.