Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/108483
Author(s): Mariana Filipa de Sousa Ferreira da Silva
Title: Vinculação e memória: os efeitos da vinculação evitante no desempenho de memória operatória
Issue Date: 2017-11-17
Description: Tem sido proposto que a memória para experiências e conteúdos relacionadoscom a vinculação sofre fortes influências das diferenças individuais de vinculação.Grande parte da evidência empírica é concordante na hipótese de que indivíduos maisevitantes utilizam estratégias defensivas recorrendo à desativação do sistema devinculação, sendo que estas estratégias podem limitar a codificação de informaçõesrelacionadas com a vinculação e a sua recordação posterior. Deste modo, o presenteestudo propõe analisar especificamente os prejuízos na memória de indivíduos com altaspontuações na escala de evitamento, com recurso à avaliação da sua capacidade dememória operatória para estímulos relacionados com a vinculação, emocionais e neutros.Com vista a cumprir o objetivo delineado, 180 estudantes universitáriosrealizaram uma tarefa de amplitude de memória operatória - tarefa de amplitude deoperações de Turner e Engle (1989). Os participantes foram distribuídos aleatoriamentepor três tipos de condições experimentais: emocional, vinculação e neutra. As diferençasindividuais de vinculação foram avaliadas através do Inventário Experiences in CloseRelationships (Brennan, Clark, & Shaver, 1998).Os resultados obtidos não suportam as previsões do estudo, indicando que odesempenho de MO para os diferentes tipos de estímulos não está associado com o nívelde evitamento apresentado pelos participantes. Cumulativamente, comparando osparticipantes com maior e menor evitamento, não foram encontradas diferençassignificativas específicas na recordação de palavras relacionadas com a vinculação. Omesmo padrão de resultados foi evidenciado no que se refere à dimensão da ansiedade,tendo-se concluído que esta não se encontra associada ao desempenho de MO paraestímulos relacionados com a vinculação. Contudo, importa destacar que este estudoapresentou resultados relevantes que apoiam a influência do conteúdo emocional namemória, tendo sido encontradas diferenças significativas no desempenho de MO entreas três condições experimentais. A este nível, os resultados revelaram uma vantagem narecordação de palavras emocionais comparativamente a palavras neutras e palavrasrelacionadas com a vinculação. Adicionalmente, os resultados indicaram que oenvolvimento num relacionamento amoroso se traduz em menores níveis de ansiedade eevitamento.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 201761017
URI: https://hdl.handle.net/10216/108483
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
226729.pdfVinculação e memória: os efeitos da vinculação evitante no desempenho de memória operatória1.29 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.