Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/108392
Author(s): Joana Maria Cunha da Silva
Title: Representações dos profissionais de acolhimento face à medida de adotabilidade
Issue Date: 2017-11-13
Description: Em Portugal, no ano de 2016, a medida de adoção enquanto projeto de vida apenasfoi definida para cerca de 10% das 10.688 crianças abrangidas pelo sistema de acolhimentofamiliar e residencial. A delineação de um projeto que responda adequadamente àsnecessidades da criança corresponde a um processo complexo, no qual se encontramenvolvidos múltiplos profissionais. Por se tratar de um procedimento altamente delicado ede extrema importância, torna-se imprescindível conhecer as ideias dos diferentesprofissionais, as quais estarão subjacentes às suas práticas, dificuldades e dúvidas face aoprojeto de adoção. Decorrente da existência de poucos estudos acerca das representaçõesdos profissionais face à adoção, o presente projeto representa uma inovadora temática deinvestigação, que tem como objetivo explorar as ideias de diretores, técnicos e elementosdas equipas educativas e de apoio face à medida de adoção e de que forma estas seencontram associadas a características sociodemográficas e de funcionamento dapersonalidade dos mesmos.Foram utilizados dois instrumentos, o Questionário de Ideias sobre a Medida deAdoção desenvolvido para o efeito e questionário CUIDA. Os dados foram recolhidos juntode 86 profissionais de instituições de acolhimento destinadas a crianças e jovens: 25 daequipa técnica, 34 da equipa educativa e 25 da equipa de apoio.Dos quais 81 (94.2%) do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 21 e os 64 anos(M = 42.29; DP = 10.58).Os resultados mostram uma forte convergência das opiniões entre os profissionais e,globalmente, na direção de considerar que, quer as crianças consideradas com necessidadesde adoção particulares, quer as alternativas de acolhimento ou mesmo a existência ainda dealguns contactos com pais biológicos, não constituirão entraves à proposta e ao sucesso daadoção. Verifica-se, contudo, que os profissionais com habilitações literárias mais elevadase que pertencem à equipa técnica apresentam um maior grau de abertura à medida deadoção. Os dados obtidos no questionário CUIDA apontam para valores médios ouelevados nas diversas escalas, comparativamente com a norma para a populaçãoportuguesa, evidenciando-se uma associação entre a dimensão sociabilidade do CUIDA e ograu de abertura à medida de adoção. Espera-se que a explicitação das ideias dosprofissionais acerca da medida de adoção possa ter implicações práticas na promoção edesenvolvimento das suas competências e, consequentemente, na melhoria da atuação comas crianças que se encontram "à espera" de uma resolução para o seu futuro.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 201756757
URI: https://hdl.handle.net/10216/108392
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
226066.pdfRepresentações dos profissionais de acolhimento face à medida de adotabilidade1.8 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.