Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/108270
Author(s): Priscila Assis Campos Vasconcelos
Title: O papel da auto-compaixão, imagem corporal e regulação emocional na dor sexual feminina: o seu impacto na satisfação sexual e relacional
Issue Date: 2017-11-14
Description: A dor consiste num fenómeno multideterminado que se reveste de complexidadequando abordado em contexto sexual. A dor sexual feminina parece, assim, ter na suaorigem, além de alterações fisiológicas e anatómicas, uma série de fatores cognitivos,emocionais e relacionais que contribuem para a um funcionamento psicológico menosadaptativo e uma menor qualidade de vida, em geral.O presente estudo teve, assim, como objetivo primordial, avaliar o papel dediferentes fatores psicossociais, tais como a auto-compaixão, a imagem corporal e aregulação emocional no funcionamento sexual de mulheres com dor sexual, outrasproblemáticas de natureza sexual e da população geral. Simultaneamente, pretendeu-secompreender o efeito preditivo destas variáveis na intensidade da dor, e na satisfaçãosexual e relacional das participantes que apresentaram dor sexual. Para o efeito,colaboraram neste estudo um total de 284 mulheres: 84 mulheres com dor sexual, 57mulheres com outras disfunções sexuais, e 143 mulheres da população geral, sem qualquerdificuldade de natureza sexual. As participantes responderam a um questionário online,constituído por instrumentos de avaliação psicológica direcionados à avaliação dasvariáveis mencionadas.De uma forma geral, os resultados sugerem que as mulheres com dor sexual e comoutras disfunções sexuais apresentam menor auto-compaixão, maior distração cognitivacom a aparência corporal em contexto sexual, mais dificuldades na regulação emocional emenor satisfação sexual, quando comparadas com as mulheres da população geral.Relativamente ao seu efeito preditivo, os resultados indicam que a auto-compaixão, aimagem corporal e a regulação emocional não têm impacto na intensidade da dor reportadapelas mulheres com dor sexual. Por outro lado, o isolamento na vivência de dor ou fracassoe a dificuldade no controlo dos impulsos emergem como preditores significativos dasatifação sexual, enquanto a distração cognitiva com a aparência corporal contribuinegativamente para a satisfação relacional das mulheres com dor sexual feminina.Assim sendo, o presente estudo reconhece o papel de fatores psicossociais aindapouco abordados na temática da dor sexual feminina, na tentativa de sensibilizar osprofissionais de saúde e contribuir para a reflexão sobre a avaliação e intervenção na dorsexual feminina.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 201758733
URI: https://hdl.handle.net/10216/108270
Document Type: Dissertação
Rights: restrictedAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
225261.pdf
  Restricted Access
O papel da auto-compaixão, imagem corporal e regulação emocional na dor sexual feminina: o seu impacto na satisfação sexual e relacional2.27 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.