Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/10794
Author(s): Silva D
Rego C
Dias C
Azevedo L
Guerra A
Title: Imagem corporal de crianças/adolescentes obesos entre os 7 - 12 anos e seus progenitores.
Issue Date: 2008
Abstract: Introdution: Body image and weight are a major source of concerne since early ages. The aim of thisstudy is to evaluate self-image among obese children and their parents.Patients and Methods: We evaluate 94 obese children/adolescents (M=48; F=46) and their parents,followed at the Nutrition Outpatient Pediatric Clinic. Study protocol included nutritional status andbody image (BMI: Frisancho) and their parents (BMI: WHO). The body image of children/adolescentsand parents was evaluated through a scale consisting of seven pictures of both sexes, varying betweenthinness (F1) and obesity (F7), considering the ideal image as F4. Data were analised for the totalsample and taking into account sex and age groups (7-9 years old and 10-12 years old).Results: The two groups 7-9 years (n= 41) and 10-12 years (n=53) have a mean age of 8.17±0.83and 10.64±0.52 respectively. All children/adolescents present nutritional obesity and identify themselves predominantly with the F6 picture (M=54% and F=57%). The majority of boys and girls (M=54%and F=50%) would like to have a ideal image F4. However, an important proportion of females(39%) and males (36%) would like to be thiner (F1+ F2 + F3).Conclusions: There is an adequate perception of image and recognition of the obesity by mostchildren and adolescents. The body image perception has an important place in the evaluation andintervention in pediatric obesity.
Description: Introdução: Desde idades muito jovens que se manifesta uma enorme preocupação com o peso ea imagem corporal. É objectivo do presente estudo avaliar a auto-imagem de crianças/adolescentesobesos e seus progenitores.Material e Métodos: Foram estudadas 94 crianças/adolescentes obesas acompanhadas na ConsultaExterna do H. S. João, e seus progenitores. Procedeu-se à caracterização do estado de nutriçãoavaliado por determinação do IMC da criança (CDC) e dos progenitores (OMS) e da imagem corporalda criança e progenitores, de acordo com uma escala constituída por 7 imagens de criançase adultos de ambos os sexos, compreendidas entre a magreza (F1) e a obesidade (F7). Os dadosforam analisados na globalidade da amostra e em função do sexo e grupos etários (crianças dos7-9 anos e crianças dos 10-12 anos).Resultados: Os dois grupos etários: 7-9 anos (n= 41) e dos 10-12 anos (n= 53) apresentam umamédia de idades de 8,17±0,83 e 10,64±0,52 anos, respectivamente. A totalidade das crianças/adolescentes apresenta obesidade nutricional, e identificam-se predominantemente com aimagem F6 (M=54% e F=57%), independentemente do sexo. Em ambos os sexos a maioria dascrianças/adolescentes (M=54% e F=50%) gostaria de ter uma imagem F4, considerada pela escalaaplicada como a imagem ideal. Regista-se, no entanto, para ambos os sexos, uma tendência paraa identificação com imagens relacionadas com a magreza F1+F2+F3 (F=39% e M=36%).Conclusões: Uma proporção elevada de crianças/adolescentes obesos identifica-se com a sua própriaimagem corporal. A avaliação da imagem corporal ocupa um lugar importante na avaliaçãoda obesidade pediátrica, permitindo estratégias de intervenção mais realistas e eficazes.
Subject: Outras ciências médicas
Other medical sciences
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde::Outras ciências médicas
Medical and Health sciences::Other medical sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/10794
Document Type: Artigo em Revista Científica Nacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FCNAUP - Artigo em Revista Científica Nacional
FMUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
47614.pdf727 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons