Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/83841
Author(s): Afungang, Roland Ngwatung
Bateira, Carlos
Title: Statistical modelling of extreme rainfall, return periods and associated hazards in the Bamenda Mountain, NW Cameroon = Modelação estatística e tempos de retorno de precipitações extremas associadas a desastres naturais na serra de Bamenda, NW dos Camarões
Issue Date: 2016-06
Abstract: The Bamenda mountain region has one of the highest frequencies of landslides in Cameroonand the lowlands are prone to floods. The occurrence of these hazards is attributed to theestimated 2500 mm of rainfall that the area receives annually. The aim of this paper was toestimate the maximum rainfall the area is likely to receive in future and to examine somepast extreme rainfall episodes that triggered landslides and floods and their return periods.The type I extreme value (Gumble) distribution was used to make these estimates throughan Excel worksheet. From the model, it was predicted that the area could receive amaximum rainfall of about 87.7mm/day in 3 years, 116.97mm/day in 25 years,126.13mm/day in 50 years and 135.23/day in 100 year. Seven extreme rainfall episodeswere identified within the 43 year study period with rainfall amounts ranging from99.5mm/day to 129.3mm/day. The extreme rainfall episodes initiated both landslide andfloods and with return periods ranging between 7.3 years to 68.9 years. Predicting theseextreme cases can be useful in the construction of dams and bridges and further researchon rainfall thresholds for rainfall-induced hazards affecting the region.
Description: região montanhosa de Bamenda tem uma elevada frequência de ocorrência dedeslizamentos de terra e nas terras baixas ocorrem inundações com elevada frequência. Afrequência de ocorrência destes processos é atribuída à elevada precipitação, estimada em2500 mm/ano. O objetivo deste trabalho consiste em estimar valores extremos deprecipitação relativos a diferentes períodos de retorno que provocaram deslizamentos deterra e inundações, com recurso à função de distribuição de Gumble (tipo I). Com baseneste modelo, estima-se que a precipitação máxima de cerca de 87,7 milímetros / dia em 3anos, 116,97 milímetros / dia em 25 anos, 126,13 milímetros / dia em 50 anos e 135,23 / diaem 100 anos constitui valores de referência. Sete episódios extremos de chuva foramidentificados dentro do período de estudo de 43 anos com quantidades de precipitaçãovariando de 99,5 milímetros / dia a 129,3 milímetros / dia. Os episódios de precipitaçãoextrema que originam em simultâneo deslizamentos de terra e inundações têm períodos deretorno que variam entre 7,3 anos e 68,9 anos. Embora a área tem oito meses de chuva,estes processos estão diretamente relacionados com as chuvas diárias extremas, sendodifícil estabelecer uma boa correlação com as precipitações acumuladas. A definição delimiares críticos de precipitação é importante para a resolução dos problemas relativos aosriscos naturais que afetam a região.
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/83841
Document Type: Artigo em Revista Científica Nacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
134324.pdf381.52 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons