Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/82375
Author(s): Lopes, João Teixeira
Silva, José Pedro
Ganga, Rafaela
Gomes, Rui
Vaz, Henrique
Cerdeira, Luisa
Cabrito, Belmiro
Magalhães, Dulce
Taylor, Maria Lourdes Machado
Peixoto, Paulo
Brites, Rui
Silva, Sílvia
Patrocínio, Tomás
Title: Socialização e percursos (e)migratórios em Portugal: uma análise a partir de retratos sociológicos
Issue Date: 2015
Abstract: This article intends to study the link between socialization and highly qualify emigration, from a purposive sample of Portuguese citizens who were or had been emigrants in a European country, in the past six years. This sample is composed by highly qualified individuals or individuals who had an occupation corresponding to this qualification level. In this sense, the resulting twenty individual portraits allow the study of the socialization processes that facilitate the "brain drain". At an individual level, this research design enables the analysis of migratory social dispositions' creation and mobilization, which are related to social and/or cultural mobility processes. One concludes that there are some cases of disposicional heterogeneity and disposicional rupture, but most portraits represent cases of dispositional coherence in favour of emigration. Qualified emigration seems to be a result of dispositions mutual reinforcing towards emigration, in addition to the will to pursue personal and professional projects that do not find fertile ground in Portugal.
Description: Este artigo pretende estudar a ligação entre socialização e emigração qualificada, partindo de uma amostra intencional de cidadãos portugueses que estavam ou estiveram em mobilidade ou emigrados em um país europeu nos últimos seis anos, com habilitações acadêmicas do ensino superior, ou que tivessem exercido uma atividade profissional correspondente a esse nível acadêmico. Nesse sentido, elaboramos vinte retratos sociológicos que permitem, à escala individual, analisar os processos de socialização que favorecem a fuga de cérebros, através da criação/mobilização de disposições sociais migratórias, conectadas ou não com processos de mobilidade social e/ou cultural. Concluiu-se que, ainda que se observem casos de heterogeneidade ou mesmo de ruptura disposicional, a maioria dos retratados constitui casos de coerência disposicional favorável à emigração. A emigração qualificada parece acontecer como consequência de um reforço entre disposições favoráveis às quais se soma a vontade em concretizar projetos pessoais profissionais que em Portugal não encontram terreno fértil.
Subject: Humanidades
Humanities
Scientific areas: Humanidades
Humanities
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/82375
Document Type: Artigo em Revista Científica Internacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Internacional
FPCEUP - Artigo em Revista Científica Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
109987.pdf515.13 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons