Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/70276
Author(s): António Miranda Filho
Jorge Moreira da Costa
L. Heineck
Title: Relações entre estratégias de produção e motivação para a autonomação
Issue Date: 2007
Abstract: By strictly focusing on variables in the work environment, researches in construction management fail toexplain why workers behave differently when exposed to similar challenges under the same motivationalfactors. This is a problem that calls for a better understanding on personal needs and personality types thatsuit the new production paradigm. The interest in the subject comes from the perception that the effectiveimplementation of autonomy in the construction sector lies beyond the discussion of adequate cultural andleadership characteristics. Therefore, this paper presents an empirical qualitative research aimed atillustrating differences in personal motives and how such differences can be balanced to better suit leanpractices. Thus, the discussion is based on lessons learned in two case studies where autonomous crews wereimplemented to react to production problems in construction projects. The analysis shows theinterrelationship between strategic choices in manufacturing strategy and labour motivation. It alsohighlights two important conditions that need to be met by firms interested in applying the concept ofautonomation in construction sites.
Description: Por ficarem restritos a análise de variáveis no ambiente de trabalho, os estudos na gestão da construçãofalham em explicar os comportamentos distintos dos trabalhadores quando submetidos aos mesmos desafiose expostos aos mesmos fatores motivacionais. Esta é uma problemática que convida a uma melhorcompreensão das necessidades individuais e dos tipos de personalidades apropriados ao novo paradigmaprodutivo. O interesse advém da percepção de que a eficaz implementação da autonomia da mão-de-obra vaialém da discussão sobre as características culturais e de liderança necessárias. Desta forma, o estudo aquiexposto sumariza uma pesquisa empírica qualitativa, de natureza exploratória, cuja meta é ilustrar diferençasnos motivos pessoais e como tais diferenças podem ser balanceadas para melhor servir as práticas daprodução enxuta. Assim, são discutidas as lições de dois estudos de caso, onde equipes autônomas foramimplementadas para reagirem as vicissitudes do trabalho no contexto da construção civil. A análisedemonstra o interrelacionamento entre decisões na estratégia de produção e motivação da mão-de-obra. Estatambém possibilita a identificação de duas importantes condições a serem atendidas por firmas interessadasna aplicação do conceito de autonomação em canteiros de obras.
Subject: Gestão de empresas, Engenharia civil, Engenharia civil
Management of enterprises, Civil engineering, Civil engineering
Scientific areas: Ciências da engenharia e tecnologias::Engenharia civil
Engineering and technology::Civil engineering
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/70276
Source: V SIBRAGEC
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FEUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
59275.pdf104.78 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons