Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/68891
Author(s): Siopa, Margarida Amorim Fernandes Rodrigues
Title: Policies for the prevention and control of Noncommunicable diseases in the WHO European Region: the example of salt
Issue Date: 2012
Abstract: Resumo da tese: As doenças não transmissíveis são responsáveis por mais de 80% das mortes na Região Europeia da Organização Mundial de Saúde. Dietas não saudáveis são um dos factores de risco mais relevantes e a redução do consumo excessivo de sal é uma das intervenções prioritárias na prevenção e controlo das doenças não transmissíveis. A implementação de políticas para a redução do consumo de sal nas populações, apesar de não estar no topo da agenda governamental, apresenta um custo-benefício e uma efectividade que deve ser tomada em consideração para melhorar o bem-estar e a qualidade de vida das populações. O envolvimento de parceiros, como a indústria alimentar e os media, com os diferentes organismos e associações nacionais e um correcto sistema de monitorização são a chave para o sucesso de uma política nacional de redução do consumo de sal, a fim de reduzir a ingestão de sal para 5g/dia, de acordo com a recomendação da Organização Mundial de Saúde. Um olhar atento nos diferentes sucessos das políticias na Região Europeia da Organização Mundial de Saúde poderá ajudar os países da Região, a implementar políticas nacionais bem estruturadas e eficazes com resultados benéficos para a Saúde.Thesis abstract: Noncommunicable diseases are responsible for more than 80% of deaths in the Member States of the World Health Organization European Region. Unhealthy diets are one of the most relevant risk factors and the reduction of excessive salt intake is a priority intervention in the prevention and control of noncommunicable diseases. The implementation of policies to reduce salt intake in populations, although not always a top priority on a government agenda, present a cost-beneficial and effective approach that must be taken into account to improve the welfare and quality of life of people. The involvement of partners such as the food industry and media, along with different agencies and national associations and a proper monitoring system is the key to the success of a national policy to reduce salt intake to 5g/day, the World Health Organization recommendation. A closer look at the different political successes in the World Health Organization European Region will help the countries across the Region to implement a well-structured and effective national policy with beneficial results to health.
Description: Trabalho complementar (Monografia) realizado no âmbito da Unidade Curricular Estágio da Licenciatura em Ciências da Nutrição da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, sob orientação de Prof. Doutor João Joaquim Rodrigues da Silva Breda (Organização Mundial de Saúde, Delegação Europa)
Subject: Ciências da Saúde, Ciências médicas e da saúde
Health sciences, Medical and Health sciences
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde
Medical and Health sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/68891
Document Type: Trabalho Académico
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
39722.pdf884.58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons