Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/68800
Author(s): Monteiro, Catarina Filipa Guedes
Title: Consumo de fruta e hortícolas: um estudo entre crianças (5 aos 10 anos) com e sem seguimento em consultas de nutrição
Issue Date: 2012
Abstract: Resumo da tese: Introdução: Existem evidências acerca do baixo consumo de fruta e hortícolas em Portugal, dos benefícios destes para a saúde e para o desenvolvimento das crianças e da importância dos pais como influência no consumo destes alimentos. Objetivo: Pretende-se com este estudo verificar se existem diferenças no consumo de fruta e hortícolas nas crianças com idades entre os 5 e os 10 anos, com e sem seguimento em consultas de nutrição. Metodologia: Foi aplicado um inquérito com dados sociodemográficos e um questionário de frequência alimentar acerca da fruta e dos hortícolas a 207 crianças, com e sem seguimento em consulta de nutrição . O tratamento dos dados realizou-se através do Statistical Package for the Social Sciences, versão 19.0 para Windows. Resultados: Verificou-se que o consumo de fruta e hortícolas nas crianças sem seguimento em consultas de nutrição é influenciado negativamente pelo meio em que vivem e pelo cultivo próprio de hortícolas. Por outro lado, um rendimento familiar mais elevado, nestas crianças, influencia positivamente o consumo de hortícolas. Conclusão: Uma vez que se verificaram algumas diferenças no consumo de fruta e hortícolas entre os dois grupos é necessário aumentar a investigação nesta área. Por outro lado, o papel do nutricionista revelou-se importante no consumo de sopa de hortícolas, sendo por isso relevante a sua intervenção na população.Thesis abstract: Introduction: There is evidence about a low fruit and vegetables consumption in Portugal, about there benefits for health and for childhood development, and the importance of parents influence in this consumption, Subject: The aim of this study is to analyze the differences about fruit and vegetables consumption in children with and without counseling nutrition. Methods: A survey with a sociodemografic data and a food frequency questionnaire about fruit and vegetables were applied to 207 children with and without counseling nutrition. Statistical treatment of the data was performed using Statistical Package for the Social Sciences v19 for windows. Results: It was verified that fruit and vegetable consumption in children without counseling nutrition is negatively influenced by the area where they live and by the own production of vegetables. On the other hand, in these children, a high household income has a positive influence in the vegetable consumption. Conclusion: Since, there are some differences in vegetables and fruit consumption between the two groups, so in this context more research is needed. On the other hand, the role of nutritionist proved to be important in the consumption of vegetables soup, so their intervention is relevant in the population.
Description: Trabalho complementar (Trabalho de Investigação) realizado no âmbito da Unidade Curricular Estágio da Licenciatura em Ciências da Nutrição da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, sob orientação de Dra. Isabel Maria Correia Gomes (Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa)
Subject: Ciências da Saúde, Ciências médicas e da saúde
Health sciences, Medical and Health sciences
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde
Medical and Health sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/68800
Document Type: Trabalho Académico
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
39782.pdf585 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons