Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/68798
Author(s): Maia, Heloísa Maria da Silva
Title: Hábitos e determinantes do consumo de pescado em profissionais ligados à Saúde
Issue Date: 2012
Abstract: Resumo da tese: Introdução: O pescado fornece proteínas de alto valor biológico, vitaminas, minerais e ácidos gordos polinsaturados. Sabe-se que tem efeito protetor em várias patologias e benefícios no desenvolvimento cerebral e visual da criança. Objetivo: Determinar fatores que influenciam o consumo de pescado em profissionais ligados à saúde e frequência de consumo. Metodologia: Foi utilizado um questionário de avaliação dos determinantes de consumo de pescado, conhecimentos e frequência de consumo. Na análise estatística utilizou-se o SPSS. Resultados: Os 93 profissionais eram na maioria do sexo feminino e tinham, em média, 44,9 +8,4 anos. A maioria era enfermeiro ou médico. A maioria era casado/união de facto, tinham filhos, preparava as refeições sozinho e fazia a aquisição de pescado em super/hipermercado. Os fatores que condicionam a escolha/consumo de pescado mais referidos foram preço, preferência pessoal, origem e facilidade de aquisição. Nos conhecimentos 36,7% respondem acertadamente a todas as questões. A mediana de consumo de pescado foi 5 vezes por semana, peixe 4 vezes por semana e peixe gordo 2 vezes por semana. Verificou-se maior consumo de pescado nos enfermeiros (p <0,05). Outras variáveis mostram tendências, sem significado estatístico, para um maior consumo de pescado, como o sexo feminino, idade inferior, estarem casados/união de facto e quem escolhe a alimentação com o objetivo de se manter saudável. Conclusões: Vários estudos mostram os benefícios de consumo de peixe.(...)Thesis abstract: Background: seafood provides protein of high biological value, vitamins, minerals and polyunsaturated fatty acids. Known to have protective effects in several pathologies and benefits in the brain and visual development of the child. Objective: To determinante factors that influence the consumption of seafood on health related professionals and frequency of consumption. Methodology: A questionnaire was used for evaluating the determinants of seafood consumption, knowledge and frequency of consumption. Statistical analysis used the SPSS. Results: The 93 professionals were mostly female and had, on average, 44.9 + 8.4 years. Most were nurses or doctors. The majority were married / life partners, had children, prepared meals alone and made the purchase of seafood in super / hypermarket. The factors that influence the choice/consumption of seafood most commonly reported were cost, personal preference, origin and ease of acquisition. In knowledge 36.7% respond correctly to all questions. The average consumption of seafood was 5 times per week, 4 times a week fish and oily fish two times per week. It was observed a higher consumption of seafood in nurses (p<0,05). Other variables show trends, without statistical significance, for higher seafood consumption, such as being female, less age, being married / life partners and who choose food in order to stay healthy. Conclusions: Several studies show the benefits of fish consumption.(...)
Description: Trabalho complementar (Trabalho de Investigação) realizado no âmbito da Unidade Curricular Estágio da Licenciatura em Ciências da Nutrição da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, sob orientação de Dra. Susana Montenegro (Centro de Saúde da Figueira da Foz)
Subject: Ciências da Saúde, Ciências médicas e da saúde
Health sciences, Medical and Health sciences
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde
Medical and Health sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/68798
Document Type: Trabalho Académico
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
39694.pdf744.75 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons