Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/54605
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAntunes, Henedinapt_PT
dc.creatorMeneses, Margarida Maria Ferreira Alpoimpt_PT
dc.date.accessioned2011-04-21T11:28:18Zpt_PT
dc.date.accessioned2013-07-30T13:53:35Z-
dc.date.available2011-04-21T11:28:18Zpt_PT
dc.date.available2013-07-30T13:53:35Z-
dc.date.issued2010pt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10216/54605pt_PT
dc.descriptionContém um relatório de estágio curricular realizado no Consultas de Gastrenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica do Hospital de Braga e na Associação da Creche de Braga, no âmbito da licenciatura em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. O exemplar do relatório de estágio existe apenas em formato papel e está disponível para consulta na Biblioteca da FCNAUPpt_PT
dc.descriptionTese de licenciatura em Ciências da Nutrição apresentada à Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Portopt_PT
dc.description.abstractResumo da tese: Tem sido documentado que indivíduos adultos, bem como crianças e adolescentes, com obesidade apresentam deficiências em vitaminas micronutrientes como a vitamina D, cálcio e ferro. Será, por isso, importante determinar e perceber quais os factores responsáveis por estas deficiências. No estudo aqui desenvolvido pretendeu-se comparar a ingestão alimentar de um grupo de crianças e adolescentes com obesidade com um grupo de crianças com o peso adequado. Os grupos contaram com 15 crianças cada, sendo que no grupo l todos tinham excesso de peso ou obesidade (IMC superior ou igual ao percentil 85) e no grupo ll peso normal (IMC inferior ao percentil 85). Todos os participantes ( n=30) preencheram um questionário de frequência alimentar (QFA) de 86 itens e recordaram o que comeram e em que quantidade nas 72 horas anteriores. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas na ingestão de vitamina D e cálcio. A ingestão de ferro no grupo l apresentou-se inferior à do grupo controlo, o grupo ll e com significado estatístico, p=0,002. Também na ingestão de sopa se encontraram diferenças com significado estatístico (p=0,047) e também foi o grupo ll que apresentou um consumo superior. Para além da ingestão de ferro e de sopa, também o tempo de exposição ao sol foi estatisticamente significativo (p<0,001). O grupo ll passa mais do dobro do tempo ao sol do que o grupo l.pt_PT
dc.description.abstractThesis abstract: It has been documented that adults, children and adolescents with obesity have micronutrient deficiencies in vitamins such as vitamin D, calcium and iron. It will, therefore, be important to determine and understand the factors responsible for these deficiencies. The aim of this study was to compare the dietary intake of a group of children and adolescents with obesity to a group of children with adequate weight. The groups brought together 15 children each, whereas in group l, all were overweight or obese (BMI greater than or equal to the 85th percentile) and group ll normal weight (BMI below the 85th percentile). All participants (n=30) completed a food frequency questionnaire (FFQ) of 86 items and recalled what and how much they ate in the past 72 hours. There were no statistically significant differences in vitamin D and calcium intake. The intake of iron in the group l had to be less than the control group, group ll and with statistical significance, p = 0.002. Also in the soup intake differences were found with statistical significance (p = 0.047) and was also group ll which showed a higher consumption. Besides the intake of iron and soup, the time of sun exposure was also statistically significant (p < 0.001). Group ll is more than twice as long in the sun than group l.pt_PT
dc.format2 vols.(tese + relatório)pt_PT
dc.format.extent30 cmpt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherPorto : edição de autorpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.source.urihttp://catalogo.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000139279pt_PT
dc.subjectUniversidade do Porto, Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Licenciatura em Ciências da Nutrição--Dissertaçõespt_PT
dc.subjectCiências da Nutrição--Tese de licenciaturapt_PT
dc.subjectÁreas de estágio--Nutrição Clínica--Nutrição Comunitária--Restauração e Alimentação Colectiva--Relatório de estágio--Inquérito de Avaliação de Hábitos Alimentares--sessões de educação alimentar: Roda dos Alimentos, sessão dirigida a funcionários da Creche, Associação da Creche de Braga.--sessões de educação alimentar: Obesidade infantil, sessão dirigida a funcionários da Creche, Associação da Creche de Braga.--sessões de educação alimentar: Funções do Nutricionista, sessão dirigida a funcionários da Creche, Associação da Creche de Braga.--sessões de educação alimentar: Noção de Equivalentes, sessão dirigida a funcionários da Creche, Associação da Creche de Braga.pt_PT
dc.subjectVitamina Dpt_PT
dc.subjectNutrição da Criançapt_PT
dc.subjectObesidadept_PT
dc.titleRegisto alimentar das 72 horas anteriores, questionário de frequência alimentar e doseamento de vitamina D em crianças e adolescentes obesos vs não obesos : Trabalho de Investigação : 72 hours food recall, food frequency questionnaire and vitamin D serum levels in children and adolescents obese vs non-obesept_PT
dc.typeTrabalho Académicopt_PT
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
139279_1064TCD64.pdf223.56 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.