Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/54544
Author(s): Cabral, Maria Manuela Lobato Guimarães Ferreira
Title: Consumo de proteínas na gestação e retenção de peso no pós-parto : Trabalho de Investigação : Protein intake during pregnancy and weight retention during postpartum
Publisher: Porto : edição de autor
Issue Date: 2010
Abstract: Resumo da tese: O peso retido após a gestação é um factor determinante da obesidade que tem vindo a aumentar nas mulheres em idade fértil. Dietas com maior teor proteico têm sido associadas à redução de peso. Objectivo: Avaliar a associação entre o consumo de proteínas na gestação e a retenção de peso no pós-parto. Métodos: Neste estudo descritivo transversal, participaram 265 puérperas com idades compreendidas entre os 18 e os 45 anos. Foi realizado um questionário para racolha de dados antropométricos, sócio-demográficos e sobre o estilo de vida. Para avaliar o consumo alimentar foi aplicado um questionário semi-quantitativo de frequência alimentar constituído por 81 itens. A análise estatística foi realizada utilizando o Statistical Analysis System, SAS versão 9.1 Resultados: A amostra, na sua maioria, mulata, apresentou baixo estatuto sócio-económico. O Índice de Massa Corporal (lMC) pré-gestacional era normoponderal, alterando-se para sobrepeso após o parto. O ganho de peso médio foi adequado durante a gestação, no entanto, houve uma retenção de peso pós-parto de 8,5kg. O consumo de proteínas, glícidos e lípidos, representou, respectivamente 14,1%, 46,9% e 39,8% do consumo energético total. Utilizando como ponto corte a média de proteína ingerida por kg de peso (1,97 g/kg/dia), verificou-se que as mulheres que consumiram maior quantidade de proteína apresentaram menor lMC, menor ganho de peso durante a gestação, menor percentagem de gordura corporal e menor retenção de peso. A ingestão elevada de proteínas teve uma associação positiva na diminuição da retenção de peso, mas sem significado estatístico...
Thesis abstract: The weight retained after gestation is an acknowledged factor of obesity which is increasing in women in childbearing age. Furthermore, diets with higher protein content have been associated with weight reduction. Objective: To evaluate the association between protein intake during pregnancy and weight retention in postpartum. Methods: In this cross-sectional study, 265 mothers between the ages of 18 to 45 participated. A questionnaire was conducted in order to collect anthropometric, socio-demographic data and life style considerations. To assess food intake, a semi-quantitative food frequency survey, consisting of 81 items was applied. Statistical analysis was performed using the Statistical Analysis System, SAS version 9.1. Results: The sample, mostly mullato, had low socioeconomic status. The Body Mass Index (BMl) before pregnancy was normal-weight, changing to overweight after delivery. In fact, although the average weight gain was adequate during pregnancy, there was a retention postpartum weight of 8.5 kg. The consumption of proteins, carbohydrates and fat, represented respectively 14.1%, 46.9% and 39.8% of total energy consumption. Using as a cutoff point the average protein intake per kg (1.97 g / kg / day), it was found that women who consumed the most proteins had lower BMl, lower weight gain during pregnancy, lower percentage of body fat and inferior weight retention. Proteins had a positive effect on the reduction of weight retention, without however, any statistical significance. Conclusions: Nutritional assessment in the immediate postpartum period is essential for identifying women at risk for excessive weight retention. This study described a positive ralation between a diet with higher protein content and weight retention in the immediate postpartum.
Description: Contém um relatório de estágio curricular realizado no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro e no Centro Municipal de Saúde João Barros Barreto, Brasil, no âmbito da licenciatura em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. O exemplar do relatório de estágio existe apenas em formato papel e está disponível para consulta na Biblioteca da FCNAUP
Tese de licenciatura em Ciências da Nutrição apresentada à Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto
Subject: Universidade do Porto, Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Licenciatura em Ciências da Nutrição--Dissertações
Ciências da Nutrição--Tese de licenciatura
Áreas de estágio--Nutrição Clínica--Nutrição Comunitária (Saúde Pública)--Relatório de estágio
Obesidade
Cuidado Pós-Natal
URI: http://hdl.handle.net/10216/54544
Catalogue Link: http://catalogo.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000138269
Document Type: Trabalho Académico
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
138269_1024TCD24.pdf411.24 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.