Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/54411
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVasconcelos, Carlapt_PT
dc.creatorSimões, Alexandra Filipa Rosapt_PT
dc.date.accessioned2011-04-21T11:04:07Zpt_PT
dc.date.accessioned2013-07-30T13:52:48Z-
dc.date.available2011-04-21T11:04:07Zpt_PT
dc.date.available2013-07-30T13:52:48Z-
dc.date.issued2008pt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10216/54411pt_PT
dc.descriptionContém um relatório de estágio curricular realizado na Unidade Autónoma de Gestão da Mulher e da Criança do Hospital de São João e na Divisão de Segurança Alimentar da GERTAL, no âmbito da licenciatura em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. O exemplar do relatório de estágio existe apenas em formato papel e está disponível para consulta na Biblioteca da FCNAUPpt_PT
dc.descriptionTese de licenciatura em Ciências da Nutrição apresentada à Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Portopt_PT
dc.description.abstractResumo da tese:Introdução: O processo aterosclerótico parece ter início na infância e agravar-se com a elevação da glicemia e colesterol séricos. A proteína C reactiva (PCR) é um marcador bioquímico independente do risco de Doença Cardiovascular (DCV) em adultos, mas a sua relação com a dislipidemia e outros factores de risco em adolescentes com Diabetes Mellitus tipo 1 (DM1) permanece ainda desconhecida. Objectivo: Estudar a associação entre os níveis de PCR e o perfil lipídico em crianças e adolescentes com DM1. Métodos: A amostra foi constituída por 77 crianças/adolescentes (M=40; F=37) com DM1 e idades compreendidas entre os 7 e 19 anos, seguidas na consulta externa de Endocrinologia e Diabetologia Pediátrica (HSJ). Foi realizada a avaliação antropométrica, bioquímica e registo dos valores de pressão arterial. Resultados: A amostra estudada apresentava uma média de duração da doença de 8,44 ± 2,88 anos. Da população diabética total, 18,18% (n=14) tinham valores de PCR superiores aos valores de referência (≥3 mg/dL). Valores elevados de PCR foram fracamente associados com valores elevados de triglicerídeos e com o excesso de peso/obesidade. Apesar das restantes variáveis lipídicas não estarem correlacionadas com a PCR, observou-se que 44,16% (n=34) das crianças/adolescentes apresentavam alterações dos níveis de colesterol total e 54,55% (n=42) apresentavam alterações dos níveis de colesterol LDL. A prevalência de excesso de peso e obesidade foi de 18,18% (n=14) e 6,49% (n=5), respectivamente. Conclusão: Neste estudo a PCR não foi fortemente associada com um perfil lipídico desfavorável. Contudo, algumas crianças e adolescentes diabéticos apresentam alterações no seu perfil lipídico, as quais, possivelmente, serão factores de risco de DCV.pt_PT
dc.description.abstractThesis abstract:Introduction: The atherosclerotic process appears to begin during childhood and becomes worse when glycaemia and cholesterol levels increase. C-reactive protein (CRP) is an independent biochemical marker of cardiovascular disease (CVD) risk in adults, but its relation to dyslipidemia and other risk factors in adolescents with type 1 diabetes mellitus (T1DM) is unknown. Objective: To study the association between CRP levels and lipids in young subjects with T1DM. Methods: The sample was constituted by 77 infants/adolescents (M=40; F=37) with T1DM and ages between 7 and 19 years-old, attending the Diabetes Paediatric extern consultation (HSJ). It was realized anthropometric evaluation, biochemist and register of blood pressure values. Results: The average of the disease duration for the sample studied was 8,44 ± 2,88 years. From the totality of the diabetic population, 18,18% (n=14) had CRP levels higher than the recommended (≥3 mg/dL). Elevated CRP levels were weakly associated with elevated triglycerides levels and overweight/obesity. In spite of the remaining lipids were not correlated with CRP, it was observed that 44,16% (n=34) of the infants/adolescents presented changes in the levels of total cholesterol and 54,55% (n=42) presented changes in the levels of LDL cholesterol. The prevalence of overweight and obesity was 18,18% (n=14) and 6,49% (n=5), respectively. Conclusion: In this study CRP was not strongly associated with unfavourable lipid profile. However, some of the diabetic infants/adolescents presented changes in their lipid profile, those, probably will be risk factors of CVD.pt_PT
dc.format2 vols.(tese + relatório)pt_PT
dc.format.extent30 cmpt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherPorto : edição de autorpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.source.urihttp://catalogo.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000121807pt_PT
dc.subjectUniversidade do Porto, Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Licenciatura em Ciências da Nutrição--Dissertaçõespt_PT
dc.subjectCiências da Nutrição--Tese de licenciaturapt_PT
dc.subjectÁreas de estágio--Nutrição Clínica--Segurança e Qualidade Alimentar--Nutrição Comunitária (Saúde Pública)--Relatório de estágiopt_PT
dc.subjectDiabetes Mellitus tipo 1pt_PT
dc.subjectDislipidemiaspt_PT
dc.titleNíveis séricos de proteína C reactiva e perfil lipídico numa população de crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus tipo 1 : trabalho de investigação : C-reactive protein and lipid levels in young subjects with type 1 diabetes mellituspt_PT
dc.typeTrabalho Académicopt_PT
Appears in Collections:FCNAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
121807_0802TCD2.pdf250.04 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.