Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/137747
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMaria Rita Koch de Oliveira
dc.date.accessioned2021-12-04T00:07:44Z-
dc.date.available2021-12-04T00:07:44Z-
dc.date.issued2021-11-24
dc.date.submitted2021-12-03
dc.identifier.othersigarra:514925
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/137747-
dc.descriptionO objetivo deste estudo foi identificar e caracterizar os mecanismos de relação trabalho- família (RTF) em docentes do Ensino Básico, percebendo se existem diferenças nos mesmos em função do sexo, idade, filhos, nível de ensino e tipo de ensino dos docentes. Pretendeu- se ainda perceber a influência da pandemia de COVID-19 na RTF e quais foram as influências positivas e negativas desta pandemia percecionadas pelos docentes a este nível. Deste modo, neste estudo exploratório, com metodologia mista, foram recolhidos dados através de um questionário disponibilizado online. A amostra do estudo é composta por 334 docentes (265 mulheres e 63 homens) do 1.º Ciclo, 2.º Ciclo e/ou 3.º Ciclo do Ensino Básico que lecionam no Ensino Público (81.9%, f = 272) e/ou no Ensino Particular e Cooperativo (15.7%, f = 52) em Portugal, com idades entre os 22 e 66 anos (M = 47.62, DP = 7.68). Concluiu-se que os docentes do Ensino Básico experienciam conflito trabalho-família (CTF), nomeadamente CTF baseado no tempo e na tensão, e dificuldades ao nível da segmentação entre os papéis profissional e familiar. A RTF foi influenciada pela pandemia de COVID-19 de forma negativa, contudo foram identificadas influências positivas e negativas da pandemia na RTF. O sexo dos docentes e o tipo de ensino em que lecionam influenciam a RTF, sendo que as mulheres e os docentes do ensino público registam valores estatisticamente significativos mais altos de CTF. Não se encontraram diferenças estatisticamente significativas na CTF considerando os fatores idade, ter filhos, e níveis de ensino lecionados (1.º Ciclo, 2.º Ciclo e 3.º Ciclo do Ensino Básico).
dc.language.isopor
dc.rightsrestrictedAccess
dc.subjectPsicologia
dc.subjectPsychology
dc.titleQuando se leva o trabalho para casa: relação trabalho-família em docentes do ensino básico
dc.typeDissertação
dc.contributor.uportoFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
dc.identifier.tid202800121
dc.subject.fosCiências sociais::Psicologia
dc.subject.fosSocial sciences::Psychology
thesis.degree.disciplineMestrado Integrado em Psicologia
thesis.degree.grantorFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level1
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
514925.1.pdf
  Restricted Access
Parecer do orientador120.77 kBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)
514925.pdfQuando se leva o trabalho para casa: relação trabalho-família em docentes do ensino básico594.31 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.