Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/131965
Author(s): Inês Lopes Ribeiro
Title: Memória em Diálogo: Intervenção Arquitectónica no Solar da Agrela
Issue Date: 2020-12-17
Abstract: The present exploration of theoretical and practical nature is based on the reinterpretation of an architectural object, representing "an interesting modality of Portuguese architecture, both for its character and its identity": Solar da Agrela, Ponte da Barca (Minho). Throughout a path composed by 4 moments - Coordinates, Encounter, Transformation, From Kintsugi - a discursive logic is conceived based on theories of the architectural sphere, in the ambulation and observation of the solar, which are closely related and relatable with the project drawings, illustrating the practical dimension of this investigation. Thus, a thought is developed around an old noble rural structure and its relationship with the architectural and social domain, asking about its role in contemporary times. Multiple mental constructions are called for, seeking to identify and formalize a set of synergies capable of guiding the process of formalizing a proposal for the place and, consequently, motivating the construction of a living scenario, strengthening the individual/collective memory of the minhotos. The last part of the dissertation culminates in the design of an architectural synthesis project, reflecting the new needs of local inhabitants. In this way, the final result becomes a cumulative solution of a theoretical-practical investigation that justifies the current relevance of reusing the architecture of the past, proving that its architectural memory can contribute to intercommunity ties, stimulating a continuous dialogue between inhabitants and travelers.
Description: A presente exploração de cariz teórico-prático tem base na reinterpretação de um objeto arquitetónico, representante de "uma interessante modalidade da arquitectura portuguesa, quer pelo seu caráter, quer pela sua identidade"1: o Solar da Agrela, Ponte da Barca (Minho). Através de um percurso composto por 4 momentos - Coordenadas, Encontro, Transformação e Do Kintsugi - é concebida uma lógica discursiva apoiada em teorias da esfera arquitetónica, na deambulação e observação do solar, intimamente relacionadas e relacionável com os desenhos de projeto, ilustrativos da dimensão prática desta investigação. Assim se desenvolve um pensamento em torno de uma antiga estrutura rural nobre e da sua relação com o domínio arquitetónico e social, indagando-se sobre o papel da mesma na contemporaneidade. Convocam-se múltiplas construções mentais, procurando identificar e formalizar um conjunto de sinergias capazes de orientar o processo de formalização de uma proposta para o lugar e, consequentemente, motivar à construção de um cenário vivo, fortalecedor da memória individual/coletiva dos minhotos. A última parte da dissertação culmina na conceção de um projeto síntese de arquitetura, reflexo das novas necessidades do habitar local. Deste modo, o resultado final torna-se uma solução cumulativa de um percurso de investigação teórico-prático que justifica a pertinência atual da reutilização do Solar da Agrela, prova que a sua mnemónica arquitetura pode contribuir para o fortalecimento dos laços intercomunitários, estimulando um contínuo diálogo entre habitantes e viajantes.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
TID identifier: 202631150
URI: https://hdl.handle.net/10216/131965
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
441258.pdfMemória em Diálogo: Intervenção Arquitectónica no Solar da Agrela78.36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.