Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/129392
Author(s): Eva Sofia Ramos Sá Marques
Title: Imagem corporal positiva e vinculação em doenças genéticas com dismorfismo
Issue Date: 2020-07-24
Description: Imagem corporal positiva (ICP) é um construto recente, multidimensional, que se carateriza por um conjunto de atitudes vantajosas em relação ao corpo através de práticas saudáveis, que o respeitam e salvaguardam. A ICP está relacionada com a aceitação do corpo, com o autocuidado e a uma visão mais ampla das suas capacidades e funcionalidades. As doenças genéticas são definidas pela alteração na sequência do DNA, podendo esta alteração ser total ou afetar apenas uma parte. Uma das características de muitas doenças genéticas é a presença de alterações corporais e deformidades físicas, com impacto não só em termos médicos, mas nas diversas áreas da vida do individuo. Nomeadamente ao nível da autoestima, imagem corporal e qualidade das interações sociais. O presente estudo, de carater exploratório, tem como principal objetivo estudar algumas dimensões da ICP (apreciação corporal, aceitação do corpo pelos outros e responsividade corporal) e a sua relação com as dimensões da vinculação (ansiedade, confiança nos outros e conforto com a proximidade), em indivíduos com diagnóstico de doença genética com dismorfia. A amostra foi constituída por 12 participantes portadores de doença genética com dismorfismo e 12 participantes saudáveis. Os resultados demonstraram não haver diferenças estatisticamente significativas entre grupo clínico e grupo não clínico nas facetas da ICP. Igualmente, não foram encontradas diferenças nas dimensões da vinculação entre os grupos. Considerando a relação entre as variáveis no grupo clínico, verificou-se uma relação negativa significativa entre a faceta da responsividade corporal e a dimensão da ansiedade, bem como uma relação positiva significativa entre a apreciação corporal e o conforto com a proximidade e entre a apreciação corporal e a idade. Os resultados são discutidos com base nas suas implicações para o estudo da ICP, constituindo-se como um contributo importante na área pela escassez de literatura existente, sobretudo no contexto das doenças genéticas. Considera-se de enorme relevância dar continuidade ao mesmo, com uma amostra maior, para se tirarem conclusões que possam ser generalizáveis à população em questão.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 202507912
URI: https://hdl.handle.net/10216/129392
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
422606.pdfImagem corporal positiva e vinculação em doenças genéticas com dismorfismo426.33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.