Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/129389
Author(s): Maria Tarré Ferreira Sousa Ribeiro
Title: Fogo que arde sem se ver: Burnout e o conflito trabalho-família em posições de chefia nas organizações
Issue Date: 2020-07-22
Description: Atualmente vivemos numa sociedade de ritmo desenfreado, em que os vários papéis a que nos propomos, nomeadamente na esfera familiar e profissional, podem entrar em conflito pela sobrecarga e falta de recursos para dar resposta às exigências. Diversa investigação tem sido conduzida em Portugal com vários grupos de profissionais. No entanto, indivíduos que ocupam posições de chefia são, ainda, uma população pouco estudada, apesar de vulneráveis ao burnout e ao conflito trabalho-familia por estarem permanentemente expostos ao stress no trabalho, pressão da responsabilidade, e expectativa elevada quanto à sua performance. O presente estudo tem como objetivo conhecer os níveis de burnout e do conflito trabalho-família em pessoas que desempenhem cargos de chefia nas organizações, bem como perceber a sua variação em função de características sociodemográficas e profissionais. Foi aplicado um questionário sociodemográfico, o Oldenburg Burnout Inventory e o Survey Work-Home interaction NijmeGen a 215 trabalhadores portugueses com cargos de chefia. Os resultados identificam níveis moderados de burnout e baixos de conflito trabalho- família, verificando-se que o sexo feminino e os pais de filhos em idade dependente apresentam níveis de burnout superiores. Observou-se, ainda, uma correlação positiva entre a síndrome de burnout e o conflito negativo trabalho-família. Quanto ao poder explicativo, verifica-se predição significativa da exaustão pelo conflito trabalho-família e vice-versa, bem como do conflito trabalho-família pelo desinvestimento e do desinvestimento pelo conflito família-trabalho. Acrescenta-se ainda que a idade mais jovem é também um fator significativo, tanto para o desenvolvimento da perceção de exaustão como para o conflito trabalho-família. Os dados contribuem para sensibilizar, tanto nas organizações como nos indivíduos que as compõem, a prevenção, através de medidas e programas que capacitem o indivíduo para a adoção de estratégias funcionais para lidar com as inúmeras exigências, pressões e responsabilidades.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 202508005
URI: https://hdl.handle.net/10216/129389
Document Type: Dissertação
Rights: restrictedAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
422620.pdf
  Restricted Access
Parecer Prof. Cristina Queirós557.87 kBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)
422620.1.pdfFogo que arde sem se ver: Burnout e o conflito trabalho-família em posições de chefia nas organizações557.6 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.