Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/128827
Author(s): Rogério Gomes Silva
Title: TAVR versus SAVR no tratamento da Estenose Aórtica Severa em doentes com risco cirúrgico inferior a alto - uma revisão narrativa
Issue Date: 2020-05-21
Abstract: Aortic stenosis is the primary valve disease that most often leads to valve replacement. This pathology essentially affects older patients, so the correct stratification of disease's severity and patient's surgical risk assumes a predominant role in the best intervention choice. In patients with severe aortic stenosis who are not candidates for surgical intervention or are at high surgical risk, Transcatheter Aortic Valve Replacement (TAVR) is defined as first line treatment. For lower surgical risks, although the AHA / ACC guideline considers this technique non-inferior to Surgical Aortic Valve Replacement (SAVR), TAVR is not yet indicated as a viable alternative to SAVR in other international guidelines. According to the main studies related to the technique, TAVR is a less invasive procedure and has non-inferior or even superior results to SAVR regarding outcomes such as mortality rate and stroke risk. In addition, the complications most often associated with this technique are probably consequence of not expanding its indications, resulting in low physician's experience.
Description: A estenose aórtica (EA) é a doença valvular primária que mais vezes apresenta necessidade de substituição valvular. Uma vez que esta patologia afeta, essencialmente, doentes de faixa etária mais avançada, a correta estratificação da gravidade da doença e do risco cirúrgico do doente assume um papel preponderante na escolha da melhor intervenção. Em doentes com estenose aórtica severa (EAS) e não candidatos a intervenção cirúrgica ou com risco cirúrgico elevado, a Transcatheter Aortic Valve Replacement (TAVR) está bem definida como primeira linha de tratamento. Para riscos cirúrgicos inferiores a alto, embora as guidelines da AHA/ACC considerem a técnica não-inferior à Surgical Aortic Valve Replacement (SAVR), a TAVR ainda não está indicada como alternativa viável à SAVR nas principais guidelines mundiais. Contudo, e de acordo com os principais estudos relativos à técnica, a TAVR para além de constituir uma técnica menos invasiva que a SAVR, apresenta resultados não-inferiores e até mesmo superiores à SAVR no que diz respeito a outcomes como a mortalidade e o risco de acidente vascular cerebral (AVC). Adicionalmente, as complicações mais vezes associadas a esta técnica espelham uma provável consequência das atuais restrições ao seu uso, relacionando-se com a falta de experiência do operador.
Subject: Medicina clínica
Clinical medicine
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde::Medicina clínica
Medical and Health sciences::Clinical medicine
URI: https://hdl.handle.net/10216/128827
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Appears in Collections:FMUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
414454.pdfTAVR versus SAVR no tratamento da Estenose Aórtica Severa em doentes com risco cirúrgico inferior a alto - uma revisão narrativa1.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons