Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/128788
Author(s): Maria João Brás Gouveia Lúcio
Title: Hand Transplantation - Risks and benefits: A Review
Issue Date: 2020-06-15
Abstract: INTRODUCTION: Composite tissue allotransplantation (CTA) is the culmination of progress in transplantation, allowing the reconstruction of the hand in an amputee. It's possible to restore hand function, if patients meet the selection criteria. The aim of this work was to understand the hand transplantation approach, making known current aspects, risks and benefits. METHODS: A PubMed research was realized between October 2018 and March 2019, including terms like "Hand", "Hand transplantation", "Composite tissue allotransplantation", "Immunosuppression" and "Hand prosthetics". There were included papers between 1995 and 2018, with English language, amputee human adults, systematic reviews, clinical studies. 74 papers were full evaluated. RESULTS: There are technical aspects that influences the procedure like team coordination or surgical technique. It requires a long-life treatment, which has risks such as toxicity or infections. However, it allows the recovery of fine movements, and independence, to perform detailed tasks. The indications must be carefully considered, because some patients benefit from the use of prosthesis. CONCLUSION: CTA has become an option for amputees so, it's important to do more research, in order to determine the benefits of this procedure. It's not considered a life-saving procedure, so there's an ethical debate because of the risks.
Description: INTRODUÇÃO: O alotransplante de tecidos compostos é o culminar do processo de transplantação, permitindo a reconstrução da mão em amputados. Ao cumprirem determinados critérios, estes pacientes têm a possibilidade de restaurar a função da mão. O objetivo desta revisão não sistemática consiste em perceber a abordagem do transplante de mão, divulgando questões atuais do tema, riscos e benefícios perante próteses, e questões éticas. MÉTODOS: Foi realizada uma pesquisa na PubMed entre Outubro de 2018 e Março de 2019, incluindo os termos, "Mão", "Transplante de mão", "Alotransplante de tecidos compostos", "Imunossupressão" e "Prótese de mão". Foram incluídas publicações entre 1995 e 2018, em inglês, revisões sistemáticas, estudos clínicos, com humanos adultos amputados. Foram avaliados integralmente 74 artigos. RESULTADOS: Existem alguns aspetos técnicos que influenciam o procedimento, nomeadamente a coordenação da equipa ou a técnica cirúrgica. Requer imunossupressão para toda a vida, o que acarreta riscos, como toxicidade ou infeções. No entanto, permite a recuperação de movimentos finos, e a independência para realizar tarefas minuciosas. As indicações para este procedimento devem ser consideradas de forma cautelosa, uma vez que alguns pacientes beneficiam do uso de prótese. CONCLUSÃO: O transplante de mãos tem-se tornado uma boa opção para os amputados, pelo que é fundamental ser realizada mais investigação, para determinar e provar os seus benefícios. Não é considerado um procedimento que salva vidas, pelo que existe um grande debate ético sobre os seus riscos.
Subject: Medicina clínica
Clinical medicine
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde::Medicina clínica
Medical and Health sciences::Clinical medicine
URI: https://hdl.handle.net/10216/128788
Document Type: Dissertação
Rights: restrictedAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Appears in Collections:FMUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
414396.pdf
  Restricted Access
Hand Transplantation - Risks and benefits: A Review2.54 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons