Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/123471
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSara Isabel Poças Fernandes da Silva
dc.date.accessioned2020-02-10T03:52:07Z-
dc.date.available2020-02-10T03:52:07Z-
dc.date.issued2019-10-28
dc.date.submitted2019-11-06
dc.identifier.othersigarra:363187
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/123471-
dc.descriptionAngola, situada na África Austral, passou por um longo período de conflito armado, queterminou em 2002, e que levou a um conjunto de reformas sob a influência de várias agênciasinternacionais, como é o caso da reforma do Sistema de Educação (2001-2012) e dareestruturação da formação de professores preconizada no Plano Mestre de Formação deProfessores em Angola (PMFP) (2008-2015).Face a este cenário de reconstrução educativa, pretende-se compreender em que medida asagendas globalmente estruturadas influenciam as políticas de formação de professores emAngola, em especial o papel da cooperação internacional. Especificamente, o estudo visaidentificar e analisar efeitos da cooperação internacional, em particular da cooperaçãoportuguesa, na formação de professores, a nível do ensino secundário, em três províncias deAngola: Benguela, Cabinda e Kunene.Neste estudo multicasos opta-se por uma metodologia qualitativa e interpretativa, comrecurso a entrevistas semiestruturadas, análise de documentos e observação participante. Foirealizada análise de conteúdo temática das entrevistas e das notas de campo. No estudo dosdocumentos recorreu-se à análise em discurso.Verifica-se que as províncias em estudo, apesar de serem diferentes, têm um funcionamentodo sistema educativo muito semelhante, principalmente na formação inicial de professores.Ainda que a implementação dos projetos de cooperação internacional não seja sistemática eeficiente, estes projetos, pela via da importação de políticas, têm uma forte influência naspolíticas de formação de professores, o que leva a uma necessidade de monitorização erecontextualização da formação de professores, principalmente da formação contínua. Maisse conclui que o programa Saber Maistem contribuído para a implementação da metodologiada abordagem por competências, apresentada no PMFP, e para a melhoria das práticaslaboratoriais dos professores de ciências. Este resultado indica que Angola precisa de umacooperação para o desenvolvimento que parta das necessidades das pessoas, e não deinfluências de agendas internacionais importadas, e de valorizar o professor através daformação inicial e contínua e da progressão na carreira.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.subjectCiências da educação
dc.subjectEducational sciences
dc.titleFormação de professores em Angola: conceções e práticas em contexto de cooperação para o desenvolvimento
dc.typeTese
dc.contributor.uportoFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
dc.identifier.tid101436386
dc.subject.fosCiências sociais::Ciências da educação
dc.subject.fosSocial sciences::Educational sciences
thesis.degree.disciplinePrograma Doutoral em Ciências da Educação
thesis.degree.grantorFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level2
Appears in Collections:FPCEUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
363187.pdfFormação de professores em Angola: conceções e práticas em contexto de cooperação para o desenvolvimento3.63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.