Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/121883
Author(s): Marcela Endres Balbão
Title: Quando a interculturalidade desafia a produção e disseminação hegemônicas do conhecimento: partilhas de dois grupos de pesquisa da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
Issue Date: 2019-07-25
Description: A presente dissertação buscou compreender se, por meio da interculturalidade, existempossibilidades contra-hegemônicas de produção e disseminação do conhecimento no ambienteuniversitário, tendo, como campo empírico, o contexto específico da Universidade Federal daIntegração Latino-Americana (UNILA), com o estudo de dois casos. Para tal, baseou-se,mediante fundamentação teórica, na crítica às heranças coloniais e às perspectivas eurocêntricasque influenciaram uma concepção hegemônica da ciência - universalizante e disciplinadora,que se distancia de outros saberes. Na produção e disseminação do conhecimento no espaçouniversitário, a posição de hierarquia da ciência corrobora para o silenciamento edesconsideração de outros conhecimentos. Para procurar alternativas, em prol dadescolonização da instituição universitária e do conhecimento, a interculturalidade é apontadacomo um potencial contra-hegemônico.Com a realização de observação participante, entrevistas, análise documental e grupo dediscussão focalizada foi possível identificar as diferentes formas de a UNILA abordar ainterculturalidade, assim como a produção e disseminação do conhecimento. Entre as análisesdesenvolvidas, ressalta-se que a interculturalidade tem potencial de desafiar a hegemonia porpossibilitar: i) no contexto estudado - revitalização de línguas indígenas e o sentimento depertença a uma identidade latino-americana que coopera para uma reconstrução doentendimento sobre processos históricos; ii) na produção do conhecimento - pressão pormudanças nos modos tradicionais de fazer trabalhos acadêmicos (por escrito, artigos científicos,em línguas hegemônicas), alternativas à geopolítica do conhecimento e a presença de óticas quevão além do que é publicado nos mídias e nos livros; por fim, iii) na disseminação doconhecimento - desafia a visão do docente como figura central, aulas descontextualizadas sãoquestionadas pela dinâmica da diversidade, uma relação mais próxima e sensível à sociedadecomo alteridade.A nível de conclusão, foram construídas - pelos contributos da busca pela interculturalidade nocontexto específico da UNILA - seis sugestões de mudanças para a produção e disseminaçãodo conhecimento, as quais podem levar a um caminho de ideia alternativa de universidade,pautada por uma concepção contra-hegemônica.
Subject: Ciências da educação
Educational sciences
Scientific areas: Ciências sociais::Ciências da educação
Social sciences::Educational sciences
TID identifier: 202276147
URI: https://hdl.handle.net/10216/121883
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
346399.pdfQuando a interculturalidade desafia a produção e disseminação hegemônicas do conhecimento: partilhas de dois grupos de pesquisa da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)1.04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.