Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/121738
Author(s): Santos, Celso
Contributor(s): Soares, Maria Leonor Barbosa
Damásio, Luís
Bruno, Marzia
Title: 1º Congresso Internacional Amadeo de Souza Cardoso : centenário da Exposição de Pintura (Abstracionismo) Porto 1916
Issue Date: 2018
Description: O 1.º Congresso Internacional Amadeo de Souza Cardoso - Centenário da Exposição dePintura (Abstracionismo) Porto 1916 comemora uma efeméride - a primeira exposiçãoindividual do pintor em Portugal, realizada no Porto em novembro de 1916, que aqui sepretende contextualizar, compreender e analisar - e, simultaneamente, a vida e a obrade uma figura ímpar no panorama artístico português. Amadeo de Souza Cardoso,sinónimo do modernismo entre nós, é uma personalidade complexa com a consciência ea determinação singulares de um espírito e de um destino de artista a cumprir numpercurso de pesquisa disciplinada e perseverante. A perceção de si, das suas raízes(Manhufe), do seu tempo-lugar (Paris), e da própria agitação interior, implicaram-no emexperiências e em estudos de construção plástica que não se encerram nas linguagensdos movimentos ou dos manifestos do seu tempo. Cores, formas, composições, em ritmosde elaboração dialogantes com as propostas das vanguardas, conjugam-se com citaçõesconstantes das origens: Nada tem que ver a minha maneira de sentir e compreender comfuturistas ou cubistas e se alguma coisa tem é a justificação do contrário. (...) A arte tal como asinto é um produto emotivo da natureza. (Correspondência, 1913)Capacidades raras de autocrítica associadas ao orgulho das origens, compreensão eperspetivação do sentido do seu trabalho no contexto artístico, fazem de Amadeo - quedisse ter mais fases do que a lua (Correspondência, s/d [c. 1910]) e ter um espíritocomplicado, suscetível de crises (Correspondência, s/d [c. 1910]) - o autor de uma obravasta, coerentemente interrogadora, caleidoscópica, vital, frequentemente esfíngica (àmaneira de Pessoa), síntese de contrários. Português e universal, elitista semdiletantismos e em trabalho constante: je travaille... (Correspondência, 1916)
Subject: História da arte
Art History
URI: https://hdl.handle.net/10216/121738
Document Type: Livro de Atas de Conferência Internacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUP - Livro de Atas de Conferência Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
339665.pdf2.51 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.