Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/121028
Author(s): Sara Cristina Lemos da Silva
Title: A parentalidade prospetiva pela voz de pessoas com identidade de género trans ou não binária
Issue Date: 2019-07-04
Description: A comunidade Trans tem sido cada vez mais alvo de estudo, caminhando desta formapara uma preocupação crescente em relação aos seus direitos e deveres. Este trabalhopropõe-se a estudar a questão da parentalidade prospetiva em pessoas com identidade degénero trans ou não binária, dando voz a cada um dos participantes e a cada uma dashistórias, percebendo se querem ou já pensaram em ter filhos, se lhes foram apresentadasopções, que facilitadores e inibidores existem no processo, onde e como diverge o desejo deparentalidade, a influência de determinantes sociodemográficos e psicológicos, tudo istocontado na primeira pessoa.Foram realizados 4 grupos focais (GF), perfazendo um total de 14 participantes, dosquais seis se identificavam com uma identidade de género feminina, sete com identidade degénero masculina e um/a com uma identidade de género não binária (NB). Posto isto, todosos grupos focais foram transcritos e analisados, emergindo vários temas centrais, dos quaisquatro serão analisados e discutidos, com recurso a exemplos ilustrativos. Os temas centraisanalisados neste trabalho são os Desejos, Motivações e Vias para a parentalidade, osFacilitadores da Parentalidade, os Inibidores da Parentalidade e Revelar a Identidade deGénero.Entre as principais conclusões deste trabalho, destaca-se a presença do desejoparental, sendo que a adoção se apresenta como a principal opção. Para além disto, ressalva-se a importância da família como um dos principais facilitadores da parentalidade e apriorização atribuída ao processo de transição que acaba por tornar a parentalidade umobjetivo a longo prazo. Por fim, surge unânime a necessidade de manter um discurso abertocom as crianças acerca da identidade de género, assumindo que esta seria mais facilmentecompreendida se adaptada à idade da criança e recorrendo a diferentes materiais de apoio.No contexto português, este trabalho apresenta-se como um primeiro passo no quediz respeito à parentalidade por pessoas trans, ressalvando, mais uma vez, a necessidadeurgente de mais estudos que se debrucem sobre a temática.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 202262723
URI: https://hdl.handle.net/10216/121028
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
341591.pdfA parentalidade prospetiva pela voz de pessoas com identidade de género trans ou não binária667.11 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.