Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/120642
Author(s): Ana Sofia Barros Soares
Title: Desenvolvimento positivo na adolescência: recursos do desenvolvimento, perceção do estado de saúde, satisfação com a vida e afeto positivo
Issue Date: 2019-06-07
Description: Com base na perspetiva do Desenvolvimento Positivo dos Adolescentes, propondo-se que o desenvolvimento positivo na adolescência pode ser melhor compreendido atravésda adoção de um modelo integrativo que considere recursos individuais e das ecologiasdesenvolvimentais em relação a resultados no desenvolvimento, este estudo definiu comoobjetivos analisar a adequação e aplicabilidade do Modelo de Recursos do Desenvolvimento- Developmental Assets® - na população de adolescentes Portugueses, propondo-se assimanalisar a sua experiência, bem como explorar a sua relação com resultados nodesenvolvimento, incluindo Thriving, Perceção do Estado de Saúde, Satisfação com a Vida,Afeto Positivo e Afeto Negativo.Assim, este estudo com foco na análise da adequação e aplicabilidade do Modelo deRecursos do Desenvolvimento inclui uma revisão do Modelo, estudo de adaptação doquestionário Profile of Student Life: Attitudes and Behaviors (A&B) para Português-europeue análise da experiência de Recursos em adolescentes, verificando-se que o Modelodemonstra ser culturalmente válido, relevante na população de adolescentes Portugueses. Deuma perspetiva geral, sugere-se que os adolescentes não experimentam os Recursossuficientes que os colocam em estado e processo de Optimal Development. RecursosExternos e Internos tendem a ter uma validade comparável entre género, idade e grau deescolaridade, embora estes possam ser expressos ou experimentados de forma distinta nosdiferentes subgrupos. Os dados suportam o pressuposto do Modelo relativamente à naturezaaditiva dos Recursos em relação ao seu impacto sobre resultados positivos nodesenvolvimento, incluindo, experiência superior de Thriving, melhor do Perceção doEstado de Saúde, maior Satisfação com a Vida, maior experiência de Afeto Positivo e menorexperiência de Afeto Negativo. Os resultados deste estudo indicam o impacto desubconjuntos de Recursos na predição de distintos resultados de um desenvolvimentopositivo, verificando-se que, de uma perspetiva geral, tanto os Recursos Externos comoInternos contribuíram para a variância nos distintos resultados, salientando-se a contribuiçãomais forte de Recursos Internos tanto em resultados de experiência de Thriving, comoPerceção de Saúde, Satisfação coma Vida, experiência de Afeto Positivo e de AfetoNegativo.Sugere-se a aplicabilidade e utilidade do Modelo de Recursos do Desenvolvimentoe da estratégia de Construção de Recursos subjacente ao propósito de proporcionar umdesenvolvimento ótimo durante a adolescência.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 101529198
URI: https://hdl.handle.net/10216/120642
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
337085.pdfDesenvolvimento positivo na adolescência: recursos do desenvolvimento, perceção do estado de saúde, satisfação com a vida e afeto positivo8.53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.