Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/117577
Author(s): Parente, Cristina
Gomes, Mafalda
Costa, Cristina Amaro da
Pais, Celso
Aguiar, Ana
Correia , Helena Esteves
Costa, Daniela Teixeira
Title: Adesão e resistência a práticas de agricultura biológica entre agricultores familiares: reflexões a partir de uma abordagem com grupos focais
Issue Date: 2018
Abstract: The rapid growth and the public and political attention to biological agriculturepromote relevant reflections from a sociological point of view. The market of biologicalproduction, whose principles are based on concerns about economical, environmentaland social sustainability, gains legitimacy mainly through consumers who givepreference, when shopping for food, to healthy and environmentally friendly conditionsand means of production. In addition, home farming, through its own characteristics,takes on board the basic principles of biological agriculture. This article attempts todiscuss the first results of an Action Research project about the Bridges betweenBiological Agriculture and Home Farming. The aim is to, through an exploratoryqualitative research, based on documental analysis and the work of 2 focus groups: (i)isolate both the facilitating and obstructing factors of practicing biological agriculture;(ii) understand existing processes of resistance to change by home farmers. In order torecommend future public policies, be it at local, regional or national levels, there mustbe an understanding of both constraints and facilitators of practicing sustainableagriculture, which point at very distinct representations. Amongst the favourablerepresentations it is possible to highlight the health and environmental benefits, someproximity between traditional agricultural practices by home farmers and the principlesand techniques of biological agriculture, technical support and some political will bothat local and national levels. However, the small amount of years farmers spent at schooland the lack of technical knowledge makes this practice of agriculture focused in shorttermprofitability, adding to the difficulties of a small and distant market, the high costof the products, and the lack of effective product flowing channels.
Description: O rápido crescimento e a mediatização pública e política de práticas deagricultura biológica suscitam importantes reflexões do ponto de vista sociológico. Omercado de produção biológica, cujos princípios orientadores assentam empreocupações de sustentabilidade económica, ambiental e social, adquire legitimidade,nomeadamente através da procura dos consumidores que privilegiam, no ato da compra,as condições e meios de produção amigas do ambiente e da saúde. Por sua vez, aagricultura familiar, pelas suas caraterísticas próprias, assume, de forma mais ou menosdeclarada, os princípios que norteiam a agricultura biológica. No artigo procuramosdiscutir os primeiros resultados de um projeto de investigação-ação sobre as Pontesentre a agricultura biológica e a agricultura familiar. Através de uma metodologiaqualitativa exploratória procura-se, com base em análise documental e dinamização de 2grupos focais: (i) identificar os fatores bloqueadores e facilitadores de adesão a práticasde agricultura biológica; (ii) perceber a existência de processos de resistência à mudançapor agricultores familiares. O objetivo fundamental de compreender osconstrangimentos e fatores potencialmente facilitadores da adoção das práticas deagricultura sustentáveis, numa lógica de construção futura de recomendações depolíticas públicas de caráter local, regional e nacional, aponta para representaçõesambivalentes. Entre as representações favoráveis destacam-se os benefícios para a saúdee para o ambiente, alguma proximidade entre as práticas tradicionais dos agricultoresfamiliares e os princípios e técnicas da agricultura biológica, a par de algum apoiotécnico e alguma vontade politica local e nacional. Porém, os graus de escolaridade, dosagricultores, a carência de formação técnica, conduzem-nos a uma prática agrícolaimediatista, orientada para a rentabilidade de curto prazo, a que se acresce asdificuldades inerentes a um mercado exíguo e distante, ao preço elevado dos produtos eausência de canais de escoamento eficazes.
Subject: História da agricultura
History of agriculture
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/117577
Source: I Congresso Luso-Brasileiro de Horticultura (I CLBHort 2017)
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional
FLUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
303385.pdf413.16 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.