Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/117134
Author(s): Ana Francisca da Silva Figueiredo
Title: Impacto do programa de estimulação cognitiva ImproveCog no défice cognitivo ligeiro e demência: estudo piloto
Issue Date: 2018-11-22
Description: A estimulação cognitiva é umas das abordagens mais utilizadas na intervençãocognitiva na demência e no défice cognitivo ligeiro (DCL), consistindo no envolvimentoativo num conjunto de atividades de cariz lúdico, geralmente realizadas em pequeno grupo,com o objetivo de melhorar o funcionamento cognitivo e social (Clare & Woods, 2004).Estudos têm demonstrado os benefícios desta abordagem na cognição, qualidade de vida eno comportamento em pacientes com demência ligeira a moderada (Spector et al., 2003).Neste sentido, realizou-se um estudo piloto em contexto hospitalar com a implementação doprograma de estimulação cognitiva "ImproveCog", baseado no "Making a Difference"(Spector et al., 2003), tendo como populações alvo o Défice Cognitivo Ligeiro, a Demênciade Alzheimer (DA) e a Demência Frontotemporal (DFT). Pretendeu-se avaliar a eficácia doprograma ao nível da cognição global, funcionamento executivo, ansiedade, depressão estress. Para tal comparou-se o desempenho dos pacientes que participaram no programa deestimulação cognitiva (grupo experimental; n = 13) versus os que não participaram (grupocontrolo; n = 13), com base nos resultados obtidos na avaliação neuropsicológica realizadaem dois momentos temporais: pré e pós intervenção (T1 e T2). Os resultados demonstraramque os pacientes que participaram no programa (grupo experimental) obtiveram ganhossignificativos nas funções executivas, ao contrário do grupo de controlo que não participouno programa. Além disso, avaliou-se o desempenho dos pacientes experimentais e controloem função do diagnóstico clínico, constituindo quatro subgrupos: subgrupo exp._D (n = 5),subgrupo exp._DCL (n = 8), subgrupo controlo_D (n = 5) e subgrupo controlo_DCL (n =8), com o intuito de averiguar se os ganhos seriam superiores no DCL ou na demência. Osresultados foram mais benéficos nos pacientes com DCL, com ganhos significativos nasfunções executivas, ansiedade e depressão. A aplicação de questionários aos participantes eseus familiares permitiu obter feedback face ao programa e ajustar os seus conteúdos antesda sua aplicação em larga escala. Este estudo é, portanto, um contributo para a criação delinhas orientadoras sobre como intervir em Portugal nestes quadros clínicos, de modo apromover um envelhecimento saudável da população e proporcionar uma melhor qualidadede vida.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 202156249
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/117134
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
300633.pdfImpacto do programa de estimulação cognitiva ImproveCog no défice cognitivo ligeiro e demência: estudo piloto645.44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.