Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/111483
Author(s): Chamusca, Pedro
Fernandes, José Alberto Rio
Title: Comércio-memória: para quê e para quem?
Issue Date: 2017
Description: Num tempo de desregulação que turistifica as áreas antigas de muitas cidades e promove a sua gentrificação (populacional e económica), o urbanismo revisita as suas origens e convicções, face à necessidade de encontrar novos rumos que possam promover não apenas a competitividade e a inovação, mas também - sobretudo? - a resposta às aspirações de populações social e economicamente mais fragilizadas. É esse o contexto em que se insere a reflexão que trazemos, associada à valorização das "lojas-memória" e à proteção de formas e usos com grande significado nas cidades, numa altura em que observa um intenso processo de aumento de visitantes face a residentes, de alteração da oferta de bens e serviços e de alteração dos tempos de uso. É a responsabilidadeda Geografia que está em causa, numa relação com o tecido económico e uma ideia património que vai além domonumento e do centro histórico.
Subject: Geografia
Geography
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/111483
Source: As dimensões e a responsabilidade social da Geografia: XI Congresso da Geografia Portuguesa: livro de atas
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
226063.pdf2.17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.