Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/108854
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPatrícia Isabel Oliveira de Jesus
dc.date.accessioned2019-07-10T23:15:12Z-
dc.date.available2019-07-10T23:15:12Z-
dc.date.issued2017-12-04
dc.date.submitted2017-12-05
dc.identifier.othersigarra:231323
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/108854-
dc.descriptionEnquadrado no estágio curricular do Mestrado em Ciências da Educação, nodomínio "Educação, Comunidades e Mudança Social", o presente relatório é parteintegrante de um trabalho realizado ao longo de 6 meses com crianças quefrequentavam a Oficina de Animação (OA) da Associação de Ludotecas do Porto (ALP).Considerando o processo de institucionalização socioeducativa da infância nassociedades contemporâneas e os direitos das crianças (CDC, 1989), particularmente odireito ao brincar e ao lazer, recorre-se aos contributos teóricos das Ciências daEducação e da Sociologia da Infância e a métodos qualitativos para fundamentar erefletir, crítica e reflexivamente, acerca das dinâmicas educativas, experiências lúdicas ede participação em que estão envolvidas crianças e adultos no quotidiano da OA.Com base nas análises dos dados recolhidos por via da pesquisa documental,notas de terreno de observações acerca das vivências das crianças que frequentam a OA,não apenas dentro do espaço da Ludoteca mas também fora dele - na escola e no bairro-, bem como de entrevistas à equipa técnica, crianças, pais e professores, tratou-se dedelinear forças, fraquezas e potencialidades, interrogando a sua resposta às necessidadesdas crianças e o seu efetivo contributo lúdico. A identificação de questões-problemaconstituiu uma base para perspetivar modos de intervenção e de trabalho em que aanimação sociocultural com crianças, conjugada com a promoção da ludicidade e daparticipação infantil, visou apostar no reconhecimento e ampliação dos seus interesses,saberes e culturas, e na valorização de uma educação mais livre, democrática e criativa.Em fecho, apesar de a sua função lúdica ser por vezes retraída no emaranhado docontexto social complexo do bairro ou comprometida pelo programa dos técnicosregentes, são confirmadas as influências positivas e pertinentes da ALP no percursodestas crianças, por familiares, por professores e por elas mesmas.
dc.language.isopor
dc.rightsrestrictedAccess
dc.subjectCiências da educação
dc.subjectEducational sciences
dc.titleEntre a escola, a casa e a comunidade: o papel de uma ludoteca no percurso de um grupo de crianças de um bairro social
dc.typeDissertação
dc.contributor.uportoFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
dc.identifier.tid201832577
dc.subject.fosCiências sociais::Ciências da educação
dc.subject.fosSocial sciences::Educational sciences
thesis.degree.disciplineMestrado em Ciências da Educação
thesis.degree.grantorFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level1
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
231323.pdf
  Restricted Access
Entre a escola, a casa e a comunidade: o papel de uma ludoteca no percurso de um grupo de crianças de um bairro social1.56 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.