Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/108444
Author(s): Ana Rita Ramos de Oliveira
Title: The shape of us: stability and change in romantic attachment and experience of life events
Issue Date: 2017-11-14
Description: A literatura empírica sobre a estabilidade e a mudança da vinculação vai ao encontrodos escritos de Bowlby, demonstrando que as dimensões de vinculação e os modelosinternos dinâmicos tendem a manter-se estáveis ao longo do tempo. Contudo, os estudos sãoinconsistentes no que concerne ao impacto de eventos de vida na flutuação destas dimensões.O nosso trabalho pretende examinar a estabilidade e a mudança na vinculação românticanuma amostra diádica, bem como compreender de que forma diversos acontecimentos devida influenciam possíveis flutuações em dimensões de vinculação. Para tal, oitenta casaisportugueses, com filhos em idade pré-escolar, completaram uma medida de autorrelato devinculação e um questionário acerca de acontecimentos de vida, três vezes durante umperíodo de dezanove meses, no âmbito do Projeto (RE)CONCILIAR: Impacto da ConciliaçãoTrabalho-Família na Parentalidade e no Desenvolvimento das Crianças(PTDC/MHCCED/5218/2012). As propriedades psicométricas do questionário de vinculaçãoforam avaliadas através de análises fatoriais confirmatórias, o que conduziu a uma estruturafatorial alternativa deste instrumento em três dimensões: ansiedade, evitamento e segurança.A invariância relacional da medida foi também avaliada, verificando-se a existência deinvariância parcial em todos os momentos. A estabilidade e a mudança nas dimensões devinculação foram examinadas através de análises de variância para medidas repetidas e deregressão linear, múltipla e hierárquica. A ansiedade nas mulheres mudou significativamenteao longo do tempo, ao contrário das restantes dimensões avaliadas. Detetou-se ainda umefeito de corregulação ao nível da díade, na dimensão ansiedade: os níveis de ansiedade deum elemento do casal contribuíram para o aumento da ansiedade do parceiro. Contudo, oseventos de vida não parecem influenciar as flutuações de vinculação do modo esperado. Esteestudo contribuiu para uma melhor compreensão das trajetórias de vinculação e corregulaçãoem díades portuguesas, e sublinhou a necessidade de investigações futuras acerca do papeldesempenhado pelos acontecimentos de vida
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 201758849
URI: https://hdl.handle.net/10216/108444
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
226921.pdfThe shape of us: stability and change in romantic attachment and experience of life events1.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.