Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/10779
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorTorres, Duarte
dc.date.accessioned2019-02-07T10:13:41Z-
dc.date.available2019-02-07T10:13:41Z-
dc.date.issued2008
dc.identifier.issn1646-4834
dc.identifier.othersigarra:47406
dc.identifier.urihttps://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/10779-
dc.descriptionO conceito de alimento funcional surgiu no Japão no início da década de 80. Na Europa este conceito tem vindo a ser aprofundado desde meados da década de 90 sendo a recente publicação do Regulamento Europeu relativo às alegações nutricionais e de saúde um passo importante para o aumento da confiança dos intervenientes da cadeia agro-alimentar neste tipo de alimentos.Num contexto de prevenção primária e tratamento de doença cardiovascular, várias organizações, com competência nesta matéria, recomendam a incorporação de alimentos fortificados com fitoesteróis ou fitoestanóis, como forma de aumentar o efeito hipocolesterolimiante de uma dieta saudável.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
dc.subjectOutras ciências médicas
dc.subjectOther medical sciences
dc.titleAlimentos funcionais na prevenção e tratamento de doença cardiovascular: recomendações
dc.typeArtigo em Revista Científica Nacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação
dc.subject.fosCiências médicas e da saúde::Outras ciências médicas
dc.subject.fosMedical and Health sciences::Other medical sciences
Appears in Collections:FCNAUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
47406.pdf889.78 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons