Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/105032
Author(s): Ana Catarina Ferreira Azevedo
Title: Algemados ao stress: o eutress e o distress em agentes da policia de segurança pública
Issue Date: 2017-06-29
Description: O stress ocupacional é uma problemática que tem vindo a ser muito estudada,consequência dos vários problemas evidenciados nos trabalhadores (Kompier & Taris,2005). Os agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) representam uma das populaçõesonde o stress ocupacional mais se faz sentir, manifestando-se através de váriasconsequências, tais como a depressão, o turnover, o absentismo, a diminuição da satisfaçãoface ao trabalho, entre outras. Portanto, o estudo do stress policial segundo uma vertentenegativa é bastante exaustivo (McGowan, Gardner, & Fletcher, 2006). Todavia, verifica-sea existência de uma lacuna no que diz respeito ao estudo do stress positivo e da sua influêncianesta força de segurança pública.Tomando como referente o modelo holístico do stress de Nelson e Simmons (2003),pretendemos com este estudo, explorar a manifestação do stress ocupacional nos agentes daPSP tendo em conta as suas duas vertentes: o distress e o eustress. Especificamente,procuramos compreender o tipo de stress percecionado pelo corpo policial, identificar asprincipais fontes do stress, as estratégias utilizadas para gerir as respostas de stress e asconsequências desse stress. Este estudo consiste numa investigação de cariz qualitativo, não-experimental e transversal, com um caráter exploratório e descritivo (Given, 2008). Astécnicas de recolha de dados utilizadas foram a análise documental e a entrevistasemiestruturada, ancorada na técnica de incidentes críticos, realizada a dez agentes da PSP.Os dados recolhidos por entrevista foram posteriormente submetidos à análise de conteúdo(Bardin, 2009) com recurso ao software NVivo 11.Os resultados obtidos permitiram concluir que os agentes da PSP vivenciam aprofissão tanto com distress como com eustress, o que justifica a necessidade de desenvolverestudos segundo uma perspetiva holística. Verificamos que a necessidade de enfrentarsituações perigosas é a fonte de distress mais referida, e o reconhecimento do trabalhorealizado pelos agentes, a fonte de eustress mais mencionada. A envolvência em atividadesde lazer e o recurso ao apoio de colegas foram as estratégias de coping mais utilizadas. Nãose identificou o uso de estratégias de savoring. Surpreendentemente, as consequênciasprofissionais positivas foram as mais explicitadas pelos participantes, o que evidencia avivência de eustress no exercício desta profissão. Refletimos as implicações dos resultadosencontrados no desenvolvimento de futuras investigações.
Subject: Psicologia
Psychology
Scientific areas: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
TID identifier: 201718405
URI: https://hdl.handle.net/10216/105032
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
197928.pdfAlgemados ao stress: o eutress e o distress em agentes da policia de segurança pública1.49 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.