Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/10127
Author(s): Oliveira, César João dos Santos
Title: Caracterização de ácidos fúlvicos extraídos de resíduos reciclados para actividades agrícolas
Publisher: Universidade do Porto. Reitoria
Issue Date: 2000
Abstract: Caracterizaram-se duas amostras de ácidos fúlvicos (AF) antropogénicos extraídos de dois "compostos" obtidos a partir da reciclagem de lamas de uma estação de tratamento de águas residuais urbanas (AFLC) e de resíduos animais (AFRAC), que são utilizados como correctivos orgânicos em actividades agrícolas. Estas amostras de AF foram comparadas com duas outras amostras extraídas de solos naturais (solo de pinhal, AFS, e de um solo Laurentian, AFLau) quanto às suas propriedades. Efectuou-se uma caracterização geral das amostras de AF, tendo-se recorrido a análises elementares, estudos espectroscópicos (RMN de 13C, FT-IR, UV-Vis e fluorescência molecular síncrona), titulações potenciométricas com medição de pH e condutimétricas com base forte, e caracterização da distribuição de massas moleculares por cromatografia de alta pressão com exclusão por tamanhos. Esta caracterização geral mostrou que as amostras de AF antropogénicas, quando comparadas com as amostras de solo natural, apresentam maior abundância em azoto e enxofre, menor quantidade de estruturas aromáticas condensadas e maior quantidade de estruturas alifáticas, um número inferior de grupos carboxílicos ácidos mais fortes (pKa ¦ 3) e massas macro-moleculares ligeiramente menores, sendo constituídas por moléculas diferentes. Cada amostra antropogénica exibiu algumas particularidades. Assim, verificou-se que a amostra AFLC contém uma quantidade relativamente elevada de estruturas ácidas com pKa ¦ 6 e uma maior dispersão na distribuição de massas moleculares, enquanto a amostra AFRAC possui uma quantidade relativamente pequena de sítios quelantes de catiões metálicos. Caracterizaram-se detalhadamente as propriedades de complexação de catiões metálicos com as amostras de AF, utilizando quer a potenciometria com eléctrodos selectivos a iões [catiões Cu(II), Pb(II) e Cd(II), a uma concentração de AF de 25 mg/L e a pH 6,0], quer a fluorescência molecular síncrona [catião Cu(II), a concentrações de AF de 25, 50 e 10 ...
Description: Dissertação de Doutoramento em Química apresentada à Faculdade de Ciências da Universidade do Porto
URI: http://hdl.handle.net/10216/10127
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3295_TD_01_C.pdfVolume 01 Cores77.05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
3295_TD_01_P.pdfVolume 01 Preto & Branco16.67 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.