Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/9920
Author(s): Freitas, Rolando Jorge Costa de
Title: Treino de força em andebol : Um Estudo exploratório sobre o planeamento e periodização da força em equipas da 1ª divisão nacional
Publisher: Universidade do Porto. Reitoria
Issue Date: 1999
Abstract: O andebol português tem, ao longo dos anos, assumido uma crescente importância no panorama desportivo nacional, como é exemplo a recente eliminação da Jugoslávia, uma das maiores potências mundiais andebolísticas de todos os tempos, da Fase Final do Campeonato da Europa de 2000 na Croácia.Por outro lado, o que parece diferenciar os atletas de alto nível de rendimento são os níveis de condição física alcançados. Neste aspecto particular parece existir um déficit de preparação dos jogadores portugueses.No preciso caso da força, reflecte, a par da resistência uma das capacidades motoras fundamentais do jogo, manifestando-se sob várias expressões e em múltiplas acções específicas do andebol.Desta forma, o objectivo principal deste estudo empírico é identificar os quadros de planeamento do treino de força nas equipas de alto rendimento de andebol em Portugal e traçar as linhas de orientação do planeamento do treino de força no andebol.O conhecimento que temos da realidade portuguesa com a qual mantemos contacto já há alguns anos permite-nos avançar para a formulação da seguinte hipótese de estudo: os técnicos de andebol no seu planeamento do treino, não atribuem à força a importância que ela justifica.Assim, foram seleccionados os treinadores de andebol do CN1D de Seniores Masculinos durante a época de 1998/1999, tendo sido entrevistados 8 técnicos, através de uma entrevista estandardizada com questões fechadas primordialmente.Dos dados recolhidos podemos afirmar que treinadores de equipas portuguesas de alto rendimento valorizam o treino de força como componente importante do processo de treino. No entanto, os tempos dedicados a este tipo de trabalho e os meios de que se servem não permitem pensar em grandes evoluções nos níveis de força dos jogadores mas sim, na manutenção dos actuais níveis de força dos atletas ou, em alguns casos, na exponenciação da força deste ou daquele jogador.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciência do Desporto, área de especialização em Treino de Alto Rendimento Desportivo, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto
URI: http://hdl.handle.net/10216/9920
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FADEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2098_TM_01_C.pdfVolume 01 Cores36.19 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
2098_TM_01_P.pdfVolume 01 Preto & Branco6.54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.