Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/90840
Author(s): Pereira, Susana
Azevedo, José
Machiavelo, António
Title: A matemática na imprensa diária portuguesa
Issue Date: 2015
Description: O problema do mau uso da matemática pelos profissionais de comunicação foi identificado há já várias décadas, em especial nos EUA. Apesar disso e da crescente importância que a informação matemática assume na sociedade atual, só atualmente o problema se encontra em estudo no que se refere à imprensa portuguesa.Neste contexto, o estudo do presente artigo tem como objetivo compreender a incidência e tipologia de erros matemáticos identificados nas notícias de jornais diários portugueses.Retratam-se, assim, os resultados de uma análise ao conteúdo matemático de notícias dos principais jornais diários generalistas portugueses. Esta análise, quantitativa, foi conduzida em edições dos jornais Público, Correio da Manhã e Jornal de Notícias durante um período de três meses e surge no seguimento de uma investigação semelhante, conduzida pelos autores deste artigo, em jornais semanários portugueses.Os resultados apontam para a existência de erros matemáticos em quase metade dos artigos analisados do Correio da Manhã (45%), em cerca de 35% dos artigos do Público e cerca de 18% dos artigos do Jornal de Notícias.No que se refere aos tipos de erros identificados, verificou-se que em qualquer um dos três jornais, os artigos nos quais existem erros apresentam, na sua maioria, apenas um tipo de erro. Além disso, excetuando no caso do Jornal de Notícias, os erros mais frequentes são do tipo subjetivo (isto é, que constituem omissão ou ênfase desadequado de informação). Decorrente da classificação dos erros quanto à sua natureza matemática, observou-se ainda que os erros mais comuns no Correio da Manhã são estatísticos, enquanto no Público são mais frequentes os erros do tipo numérico. Já no Jornal de Notícias os erros mais comuns são estatísticos e numéricos, na mesma proporção.Conclui-se dos resultados que o uso de informação matemática nos diários portugueses analisados é parco e a incidência de erros é elevada, quando comparada com outros resultados.Neste artigo discutem-se ainda os resultados em termos das dimensões explicativas para os erros que ocorrem.
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/90840
Source: Literacia, Media e Cidadania - Livro de Atas do 3.º Congresso
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional
FLUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
174861.pdf103.62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.