Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/90618
Author(s): Pedro Filipe de Abreu Loureiro Gomes Pereira
Title: Transição (do poder) no Projecto da Cidade Universitária de Coimbra
Issue Date: 2014-06-11
Abstract: Architectural practise is never alienated from the political, economic and social context it belongs to, even if sometimes it manifests a reaccion to it. Because architecture is dependent of an large concentracion of efforts, both architectural methods and theories are often influenced by factors external to its disciplinary field.The following study foccuses on an important period of the portuguese modernism -framed between 1930 to 1950- in which a dictatorial regime influenced, however indirectly, the architure production of the country.Within the selected time frame, the highlight becomes the transition from a period in which tradition, in it's ativistic sense, overpowers more progressive ideals, to another that sees both tradicion as well as modernism introduced into architecture conception. Showcasing this rupture we will understand how the complex "Tradition and Modernism" is presented to the architects of the epoch and how it afects their practice.For this purpose, the study object becomes the group of designs by Alberto José Pessoa the Coimbra Universtary Campus: The Literature Faculty, The Main Library and Archives, The Academic Union. These buildings, belonging to significant group to the regime, validate this antinomy, and as such mirror a considerable portion of the era's thought, not only architectural, but also political and laboral.
Description: A práctica de arquitectura nunca se alheia ao contexto político, económico e social em que se insere, ainda que, por vezes, se manifeste em reacção a ele. Por estar dependente de uma grande concentração de energias, tanto os métodos como as teorias que a fundamentam são muitas vezes influenciados por factores externos ao seu campo disciplinar.O presente estudo debruça-se sobre um importante período do modernismo arquitectónico português - entre 1930 e 1950 - no qual um regime político ditatorial vai influênciar, ainda que indirectamente, a produção de arquitectura no país.No intervalo de tempo selecionado destacamos a transição de um período onde a tradição, no seu modo mais atávico, vai secundarizar as ideias mais progressistas, para um outro onde, tanto a tradição, como o moderno serão introduzidos no pensamento da arquitectura. Colocando em evidência esta ruptura procuraremos compreender como o binómio Tradição/Modernidade vai ser colocado aos arquitectos da época e o modo como vai influênciar as suas práticas.Para isso será utilizado como objecto de estudo o conjunto de edifícios projectados por Alberto José Pessoa para a Cidade Universitária de Coimbra: o edifício da Faculdade de Letras, o edifício da Biblioteca Geral e do Arquivo e o edifício da Associação Académica. Estes edifícios, integrados num conjunto de particular significado para o regime, validam essa antinomia, e, deste modo, espelham grande parte do pensamento, não apenas arquitectónico do período, mas também, o associado ao regime político e ao arco temporal do trabalho.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
TID identifier: 201546043
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/90618
Document Type: Dissertação
Rights: restrictedAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
36455.pdf
  Restricted Access
Transição (do poder) no Projecto da Cidade Universitária de Coimbra42.54 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.