Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/87042
Author(s): Susana Filipa de Carvalho Coutinho Lapa
Title: Modelação longitudinal ou transversal do crescimento do desempenho na natação pura desportiva portuguesa nas provas do género feminino
Issue Date: 2016-12-19
Abstract: With this study we aim to upgrade an evaluation instrument to predict and evaluate the performance (in time) of the Portuguese swimmers in all the swimming competitions. As a secondary objective we seek to realize if one longitudinal and one transversal sampling determine distinct ending percentilical curves regarding the evolution of sports results throughout the career. We used percentile curves, relating the age of the competitors with the time of the events, in that it is possible to represent the evolution of each of the swimmers during the season and the career for each event, comparing a swimmer in relation to the national reality and identify the strongest event of each swimmer. To conclude whether there are differences between the samples we used the t test repeated measures and α = 0.05.From the results we realized that the evolution of the competitors is positive, that is, as the years of practice goes by the time of the event decreases. Evolution has different behaviors: (1) marked evolution in lower ages; (2) milder evolution between 13 and 17 years-old and (3) relative stagnation from 17 years-old. The differences between the longitudinal and transversal samples were revealed only in two races - 100m Free (P25 and P50) and 100m Styles (P75) - with no statistically significant differences to be recorded in the remaining races.
Description: Com a realização deste estudo tivemos por objectivo de atualizar um instrumento de avaliação que permite prever e avaliar o desempenho (em tempo) das nadadoras portuguesas nas diferentes provas de natação pura desportiva. Como objetivo secundário procurámos perceber se uma amostragem longitudinal e outra transversal determinam curvas percentilicas finais distintas relativamente à evolução dos resultados desportivos ao longo da carreira. Para isso utilizámos curvas de percentis, que relacionam a idade das nadadoras com o tempo de prova, na medida em que é possível representar a evolução de cada uma das nadadoras ao longo da época e da carreira desportiva relativamente a cada prova, comparar uma nadadora em relação à realidade nacional e identificar a prova mais forte de cada uma das nadadoras. Para concluirmos se existem diferenças entre as amostras utilizamos o teste t de medidas repetidas e um α= 0,05.Dos resultados obtidos percebemos que a evolução das nadadoras é positiva, ou seja, à medida que decorrem os anos de prática diminui o tempo de prova. A evolução tem diferentes comportamentos: (1) evolução acentuada em idades mais baixas; (2) evolução mais branda entre os 13 e os 17 anos e (3) estagnação relativa a partir dos 17 anos. As diferenças entre a amostra longitudinal e transversal revelou-se apenas em duas provas 100m Livres (P25 e P50) e nos 100m Estilos (P75), não havendo diferenças estatisticamente significativas a registar nas restantes provas.
Subject: Outras ciências sociais
Other social sciences
TID identifier : 201452316
URI: http://hdl.handle.net/10216/87042
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FADEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
166818.pdfModelação longitudinal ou transversal do crescimento do desempenho na natação pura desportiva portuguesa nas provas do género feminino2.14 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.