Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/86330
Author(s): Rafael Sousa Santos
Title: Vida e movimento: hipóteses de regeneração urbana a propósito da estrada da Circunvalação do Porto
Issue Date: 2016-11-18
Abstract: The growth and spread of "speed" were the genesis of the development process of the moderncity and its extensive development. The combustion engine, especially in its individualmaterialization - automobile - represents such a breakthrough in the performance ofmovements that it seemed to legitimize the organization of cities on their role.Throughout the twentieth century, urban policies devoted to the attempt to enable theutopian road society, subverting all the polysemy of shared human life, according to theincreasing demands of efficiency and speed.The inability to adapt consolidated urban centers to the new social dynamics, promotedextensive and widespread development of new clusters, designed to a superhumanmechanical movement scale.When attained awareness of the failure of the road solution as the only answer tocontemporary urban mobility, it was urgent to reassess the city, set new commitments and,above all, find answers to the legacies of modern urbanistic.Through in-depth study of a case - Porto's Estrada da Circunvalação - will be soughtto determine the PROCESS of transformation of the form and the urban organizationaccording to the mobility system progress - especially individual mobility; ascertainthe contemporary CONDITION of adapted or designed spaces according to the roadimperative; and prove, at last, the HYPOTHESIS of regeneration.
Description: O incremento e generalização da "velocidade" estiveram na génese do processo dedesenvolvimento da cidade moderna e do seu crescimento extensivo. O motor de explosão,sobretudo na sua materialização individual - automóvel - representou um tal avanço nodesempenho das deslocações que pareceu legitimar a organização das cidades em sua função.Ao longo do século XX, as políticas urbanas dedicaram-se à tentativa de viabilização de umautópica sociedade viária, subvertendo toda a polissemia da vida humana compartilhada emfunção de exigências crescentes de eficácia e velocidade.A impossibilidade de adaptação dos núcleos urbanos consolidados às novas dinâmicassociais promoveu o desenvolvimento extensivo e difuso de novas aglomerações, concebidasà escala sobre-humana das deslocações mecânicas.No momento em que é tomada consciência da falência da solução viária como respostaexclusiva para as mobilidades urbanas contemporâneas, urge repensar a cidade, definir novoscompromissos, e sobretudo, encontrar respostas para as heranças da urbanística moderna.Através do estudo aprofundado de um caso - a Estrada da Circunvalação do Porto -procurar-se-á determinar o PROCESSO de transformação da forma e da organizaçãourbana em função do progresso do sistema de mobilidades - sobretudo, da mobilidadeindividual; averiguar a CONDIÇÃO contemporânea dos espaços adaptados ou concebidosem função do imperativo viário; e comprovar, por fim, a HIPÓTESE da sua regeneração.
Subject: Artes
Arts
TID identifier : 201546175
URI: http://hdl.handle.net/10216/86330
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
165873.pdfVida e movimento: hipóteses de regeneração urbana a propósito da estrada da Circunvalação do Porto113.9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.