Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/84955
Author(s): Boia, Pedro
Ferro, Ligia
Lopes, João Teixeira
Title: Clubbing e construções identitárias de género: proposta de um quadro analítico
Issue Date: 2015
Abstract: Resulting from a research on the gender identity constructions of women in club (sub)cultures (associated with electronic dance music) in Portugal, this article aims to contribute to clubbing studies by proposing an analytical framework useful for the studyof different realities, spaces and fractions of clubbing. After discussing literature on the theories of subcultures, post-subcultures and club cultures, and the respective socialchanges and gender implications, we present a hybrid and plastic framework, capable of helping us explore the complexity of these realities. The article stresses the need to: i) segment with precision the club (sub)cultures fractions under study, ii) explore the multiple intersectionality between different variables (gender, social class, ethnicity, internal segmentation of club (sub)cultures, taste), and fi nally iii) analyse the clubbers' biographic and socialisation trajectories within the scope of the sociology of dispositions. These aspects are essential for an empirically and localised specifi cation of the multiple constructions of gender and femininities, thus avoiding the tacit universalisation of a single notion and experience of "female clubber".
Description: partir de uma investigação das construções identitárias de género das mulheres nas (sub)culturas club associadas à música electrónica de dança em Portugal, este artigo pretende contribuir para os clubbing studies, propondo um modelo de análise aplicável ao estudo de diversas realidades, espaços e fracções do clubbing. Discutindo a literatura das teorias das subculturas, pós-subculturas e club cultures, as respectivas transformações sociais e implicações de género, delineamos um quadro analítico híbrido e plástico, capaz de apreender a complexidade destas realidades. É enfatizada a necessidade de: i) segmentar com precisão as fracções das (sub)culturas club; ii) efectivar uma interseccionalidade múltipla entre diferentes variáveis (género, classe social, etnicidade, segmentação interna do clubbing, gosto); e, por último, iii) analisar as trajectórias biográficas e de socialização das clubbers no âmbito de uma sociologia das disposições. Estes aspectos são essenciais para uma especificação empírica e localizada das múltiplas construções de género e feminilidades, evitando-se assim a universalização tácita de uma noção e experiência unívocas de "mulher clubber".
Subject: Humanidades
Humanities
Scientific areas: Humanidades
Humanities
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/84955
Document Type: Artigo em Revista Científica Nacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
108361.pdf423.93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons