Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/84099
Author(s): Ana Margarida Tavares da Silva Gonçalves
Title: A utopia real (iza) de Adriano Olivetti. Três casos de estudo
Issue Date: 2015-11-02
Abstract: This dissertation has as primordial purpose the reflection about the interventions made under the patronage of the Olivetti company on a specific moment of the italian story of architecture through the analysis of three case studies: The Olivetti factory in Pozzuoli (1951- 1955) with project by the engineer Luigi Cosenza, the Pharmaceutical Laboratory and ResearchInstitute "Marxer" in Loranzè (1960-1964) designed by the architect Alberto Galardi and theOlivetti Complex of Scarmagno (1967-1988) by architect Eduardo Vittoria.All the considerations made of the selected case studies and the city of Ivrea will be precededby an investigation of the theoretical principles and pratical foundations that determined andserved as ideological base for the political, social and architectonic action started by AdrianoOlivetti.The pertinence of the three buildings selected relates to the different interpretation ofeach of individual author about what is a building for the industry. The three objects will beanalysed through four parameters where its project options will be clarified, such as adjustmentto site, formal features or programatic distribution, always estabilishing some possible conectionsthat might have guided or influenced the final result.The Olivetti buildings are examples of an attempt to influence the dynamics of the city thusto elevate the living of the man through the development and spread of industrial architectureinspired in american models of production and/or european formal patterns.
Description: Esta dissertação tem como propósito a reflexão sobre as intervenções realizadas nodomínio da empresa Olivetti, num momento muito particular da história da arquitetura italiana,através da análise de três casos de estudo: A fábrica Olivetti em Pozzuoli (1951-1955) com projetodo engenheiro Luigi Cosenza, o Laboratório farmacêutico e Instituto de Pesquisa "Marxer"em Loranzè (1960-1964) projetado pelo arquiteto Alberto Galardi e o Complexo Olivetti deScarmagno (1967-1988) pelo arquiteto Eduardo Vittoria.As considerações feitas sobre estes casos de estudo e a cidade de Ivrea serão precedidaspor uma investigação em torno dos princípios teóricos e fundamentos práticos que determinarame serviram de base ideológica para a atuação política, social e arquitetónica iniciada por AdrianoOlivetti.A pertinência dos três edifícios selecionados relaciona-se com a interpretação distinta decada um dos seus autores do que é um edifício para a indústria. Os três objetos serão analisadossegundo quatro parâmetros onde serão esclarecidas opções de projeto, tais como adaptação aolugar, características formais ou distribuição programática, estabelecendo sempre um paralelocom o que era feito contemporaneamente e encontrando algumas possíveis correspondênciasque poderão ter orientado ou influenciado o resultado final.Os edifícios da Olivetti são exemplos de uma tentativa de influenciar a dinâmica da cidadepara, desta forma, elevar a vivência do homem através do desenvolvimento e da proliferaçãoda arquitetura industrial inspirada em modelos americanos de produção e/ou matrizes formaiseuropeias.
Subject: Artes
Arts
TID identifier : 201543303
URI: http://hdl.handle.net/10216/84099
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
136141.pdfA utopia real (iza) de Adriano Olivetti. Três casos de estudo293.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons