Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/82943
Author(s): Pinto, Maria da Graça Castro
Title: A escrita académica: um jogo de forças entre a geração de ideias e a sua concretização
Issue Date: 2016
Abstract: This text aims at viewing the author of academic writing as a weaver who combines information from different research sources into his/her production in order to achieve the degree of originality expected at this level. This implies dealing with different concepts associated with originality, such as authorship, identity, voice, position, attribution, citation, paraphrase, transgressive intertextuality, plagiarism and patchwriting. Furthermore attention is drawn to the proper use of sources after careful critical reading so that interpretation will replace reproduction and intertextuality will not be transgressive, bearing in mind that patchwriting or even plagiarism may only be tolerated in an early stage of written production. Moreover, students are given intervention cues so as to help them find their own voices as authors, and writing is highlighted as a habit that requires discipline and struggling as well as a craft that implies rigour and commitment.
Description: Pretende-se, neste texto, olhar para o autor de um trabalho académico como um tecelão que, no seu labor de reescrita assente em escrita, combina informação de várias proveniências com vista a conferir à sua produção textual a originalidade esperada em resultado da pesquisa efetuada. Referem-se diferentes conceitos associados à originalidade (autoria, identidade, voz, posição, atribuição, citação, paráfrase, intertextualidade transgressiva, plágio e patchwriting) e apela-se à importância de saber usar as fontes devidamente, após uma leitura cuidada, profunda e crítica das mesmas, a fim de que a interpretação se sobreponha à reprodução, a intertextualidade não seja transgressiva e subsequentemente o patchwriting ou mesmo o plágio só possam ser tolerados como medida pedagógica numa fase inicial da composição. Ademais, lançam-se pistas de intervenção para ajudar os estudantes a encontrarem a sua voz de autores e sublinha-se que a escrita deve ser entendida como um hábito, como uma disciplina, como uma luta e como um ofício que espera muito rigor e empenhamento por parte de quem a pratica.
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/82943
Document Type: Artigo em Revista Científica Internacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
120241.pdf620.15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons