Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/81707
Author(s): Joana Sofia Pimenta Sendas
Title: Roma moderníssima. Retrato da metrópole fascista (1922-1943)
Issue Date: 2015-11-02
Abstract: The theme of this Dissertation is the city of Rome understood not only as aphysical form but above all as a set of values and symbolisms inherent in hisimage and memory, associated with building an ideal and modern politicalscenario, particularly the fascist movement during the Mussolini period (1922-43).The problem of the equation arises from the interpretation of the politicalmovement as an organizer of space, a key identifier for the study of thetransformation and modernization of the city of Rome between wars, since theirsuccessive conceptions and contradictions are, in essence, the perfect simulacrumof the fascist modern metropolis. The importance of the city is, in our opinion,subject to the fact that it is the physical product built from metaphors and rhetoricsand therefore the generator of an ideal and a political instrument.City whose ancient form seems chaotic and crowded: one frame of monumentscomposed of imperial fragments, myths and timeless values of glory, andsymbolism of Roman nature. This specific identity calls for ownership and revivalof the consolidated figures for them to associate a number of new modern images,representing the ideologies of political movement and decisive, therefore, in theirpropaganda, rise, and affirmation. It is precisely the importance of romanità myththat is the key to understanding the value of the city of Rome - ancient city - andthe implementation of its condition for new and updated fascist urban reality - newcity.Ancient and modern are terms that the text refers selectively in trying to build aperspective on the ideal identity of the fascist policy, and the city as an expressionof it. It is, therefore, the realization of the fascist urban space that is the subject ofthis work, a political perspective and strongly linked to the recognition andmeasurement of space by the regime and the regime through space.
Description: O tema desta dissertação é a cidade de Roma entendida não apenas como formafísica mas, sobretudo, como um conjunto de valores e simbolismos intrínsecos àsua imagem e memória, associados à construção de um cenário político ideal emoderno, particularmente o movimento fascista durante o período Mussoliniano(1922-43).A equação do problema coloca-se a partir da interpretação do movimento políticocomo organizador do espaço, uma identificação fundamental para o estudo datransformação e modernização da cidade de Roma entre guerras, visto que as suassucessivas conceções e contradições constituem, na sua essência, o simulacro idealda metrópole moderna fascista. A importância da cidade está, em nosso entender,subordinada ao facto de esta ser o produto físico construído a partir de metáforas ede retóricas e, por isso, o gerador de um ideal e de um instrumento político.Cidade cuja forma antiga se afigura caótica e amontoada: um quadro demonumentos composto por fragmentos imperiais, mitos e valores intemporais deglória, e simbolismos de natureza romana. Esta identidade específica apela àapropriação e ao renascimento dos valores consolidados para lhes associar umasérie de novas imagens modernas, representativas das ideologias do movimentopolítico e decisivas, portanto, na sua propaganda, ascensão, e afirmação. É,precisamente, a importância do mito de romanità que constitui a chave para acompreensão do valor da cidade de Roma - cidade antiga - e da transposição da suacondição para a nova e atualizada realidade urbana fascista - cidade nova.Antigo e moderno são termos a que o texto recorre seletivamente na tentativa deconstruir uma perspetiva sobre a identidade ideal da política fascista, e a cidadecomo expressão da mesma. É, por isso, a concretização do espaço urbano fascistaque constitui a matéria deste trabalho, numa ótica política e fortemente ligada àapropriação e determinação do espaço pelo regime e do regime pelo espaço.
Subject: Artes
Arts
TID identifier : 201544776
URI: http://hdl.handle.net/10216/81707
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
37469.pdfRoma moderníssima. Retrato da metrópole fascista (1922-1943)120.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons