Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/80543
Author(s): João Pedro Teixeira Santos
Title: O Arquitecto como criador - diálogos entre artistas e arquitectos
Issue Date: 2015-11-03
Abstract: Between Men only a few stand out in every gift simultaneously. From this category emerges the first division, which consists in selecting a few within a crowd.These ones, notable in wisdom, advices and intelligence, other ones experientes in the practical side of things, and other famous by the abundance and opulence of their fortunes.The scope of this thesis is to focus on showing how a fused cooperation between architects and artists in the same dialog could be advantagous, which alows to confer to the buildings and spaces not only a style but a unique character.This dissertation is divided in two parts: the first one splits in two segments and starts by analysing the influence of art in architecture in the vanguards of the 20th century and ends evidencing how positive it is the dialoge between artists and architects, based on two cases studies where this cooperation reveals the marked value of these collaborative and open processes.In the second part, I decided to find a different and interesting way of showing how this process happens. This is acomplished through the organization of the visual information in several and different frames that make obvious common traits and formal similarities between several works. This will lead to the dissolution between each other with the purpose of locating and enouncing the formal specific characterists of this connection.Finally, we can point out the results of the investigation, translated in important advantages which makes various fields of architectural design come to life.
Description: Entre Homens são poucos aqueles que se evidenciam e salientam em todos os dons simultaneamente. Deste critério surge a primeira divisão, que consiste em selecionarmos de entre a multidão uns poucos, os quais se elevem por serem notáveis em sabedoria, conselho e inteligência, outros experimentados na vivência e na prática das coisas, outros famosos pela abundância de bens e opulência das suas fortunas.O escopo desta tese centra-se em mostrar como pode ser vantajosa a cooperação entre arquitetos e artistas fundidos num mesmo diálogo, permitindo conferir aos edifícios e espaços não um estilo mas sim um caráter único.A presente dissertação está dividida em duas partes. A primeira divide-se em dois segmentos e começa por analisar a influência da arte na arquitetura nas vanguardas do século XX e termina evidenciando como é frutuoso o diálogo entre artistas e arquitetos com base em dois casos práticos onde essa cooperação é particularmente reveladora do valor acrescentado destes processos colaborativos e abertos.Numa segunda parte, optei por encontrar uma forma diferente e interessante de mostrar como todo este processo acontece. Tal é realizado através da organização da informação visual em vários e diferentes quadros que tornam evidentes traços comuns e similaridades formais entre obras diversas que se acabam por dissolver umas nas outras com o propósito de localizar e enunciar as características formais específicas desse entrelaçamento.Por fim, apontam-se os resultados da investigação, traduzidos em importantes vantagens, que se concretizam em vários domínios do projeto arquitetónico.
Subject: Artes
Call Number: 36568
URI: http://hdl.handle.net/10216/80543
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
36568.pdfO Arquitecto como criador - diálogos entre artistas e arquitectos32.71 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons