Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/80396
Author(s): Cristina do Amaral Tavares Proença Alegria
Title: O Modernismo na Arquitectura e na Arquitectura Paisagista em Portugal. projectos conjuntos, ideias, contextos, formas.
Issue Date: 2012-11-05
Abstract: Since the beginning of the humankind, "the place" hashad a special meaning and has always implied a relationship withthe landscape, thus transforming it. As Landscape Architectureis a discipline that works with landscape and nature as primordialelements, its connection with Architecture is understandable, sincethe interference of both modifies the scenery giving it new meanings.Humanized landscape is the final objective of Landscape Architecture,which tries its best to serve man and re-establish the balance of theecological system. Both disciplines have a projectual character andwork with space, as the priority element, with the purpose of servingsociety.For the above referred, the present dissertation has as itsfirst goal a reflection on the relationship between Architecture andLandscape Architecture, in a specific period, the Modernism inPortugal. During this length of time, both disciplines shared the sameideology, in spite of applying it in different ways, and consequentlythere is a huge variety of common projects.For this investigation, four case studies were chosen accordingto different architectural typologies, pointing out their affinity withthe surrounding space, which is, itself, different in each studied case.The first chapters focus on a general content, the place ofboth arts in History and the consequent contextualization of the fourchosen case studies, far from pretending to re-write what has alreadybeen studied by historians or by architects, the aim is to contribute toan attentive, concise reflection on the two disciplines.By studying these examples, it becomes clear that all theseprojects innovated not only the relation building/landscape, whichreflect the principles of the International Modernism (the so-called"Quarter on pilotis"and Caloust Gulbenkian Foundation) but also the constructions deeply associated with nationalism imposed during theNew-State regime (National Stadium and the Sacor workers¿Quarter),two moments that characterize national modernist production. Thesecase studies also emphasize the importance of ecological structuresin a town, both at a public, or half-public and private levels, as thewell-known kitchen gardens in Sacor Quarter.The present research accentuates both the importance of asensible use of natural territorial resources so that they could contributeto design the landscape and the introduction of new challenges arisenfrom a new life style in that historical period, which enabled a widerange of experiments."The landscape architect has to coordinate scientists¿ activityand indicate them the sort of information he needs, and afterwardsconceive and order space so that everybody can have its own placeplants,birds, men and the sea!"( Cabral, 1978). The very same occurswith Architecture, which has to articulate its activity with other areasin order that man can feel happy and part of the territory.
Description: Desde os primórdios do aparecimento do Homem que o lugartem um significado especial e implica a sua relação com a paisagem,transformando-a. Sendo a Arquitectura Paisagista uma disciplina quetrabalha com a paisagem e a natureza como elementos primordiais, écompreensível a sua ligação com a Arquitectura, pois é a intervençãode ambas que modifica a paisagem dando-lhe novos significados. Apaisagem humanizada é o objectivo final da Arquitectura Paisagistaque procura servir o Homem da melhor maneira e restabelecer oequilíbrio do sistema ecológico. As duas disciplinas têm um caracterprojectual e trabalham com o espaço como elemento prioritário,colocando-se ao serviço da sociedade.Sendo assim, a presente dissertação de mestrado tem comoobjectivo a reflexão sobre o tema da relação entre a Arquitectura e aArquitectura Paisagista, num período específico, o Modernismo emPortugal. Neste período ambas as disciplinas partilham uma ideologiacomum, aplicada de maneiras diferentes, dai a grande variedade deprojectos conjuntos presenciados.Para esta investigação, escolheram-se quatro casos de estudocujo critério de selecção se baseou na escolha de diferentes tipologiasarquitectónicas, mostrando a sua relação com o espaço envolvente,que é também ele diferente consoante as tipologias.Abordando nos primeiros capítulos um conteúdo mais geral,o enquadramento de ambas as artes na Historia e a contextualizaçãodos casos de estudo escolhidos, não se pretende com isto relatar o quejá foi estudado por historiadores ou arquitectos mas sim contribuirpara uma observação mais atenta e concisa das duas disciplinas.Ao estudar estes exemplos, constata-se que todos estes projectosapresentam inovações ao nível da relação entre edifício e paisagemmostrando que isto foi conseguido quer em edifícios que espelham os princípios do modernismo internacional (Bairro das Estacas eFundação Calouste Gulbenkian) quer em edifícios mais conotadoscom o nacionalismo imposto pelo regime do Estado-Novo (EstádioNacional e Bairro operário da Sacor), momentos que caracterizama produção nacional modernista. Estes casos de estudo mostramainda a importância das estruturas ecológicas na cidade, a um nívelpublico, semi-público e até privado, como é o caso das hortas doBairro da Sacor. Com esta pesquisa salienta-se também a importânciada correcta utilização dos recursos naturais do território para aorganização paisagística do mesmo, e a introdução de novos desafiosadvindos de um novo estilo de vida que se fazia sentir neste período,possibilitando um grande campo de experimentação."O Arquitecto Paisagista tem que coordenar a actividadedos cientistas e indicar-lhes o tipo de informação de que necessita, edepois conceber e ordenar o espaço de forma a que todos tenham oseu lugar - as plantas, as aves, os homens e o mar!" (Cabral, 1978)O mesmo se passa com a Arquitectura, que tem que coordenar a suaactividade com outras áreas, criando condições para que o Homem sesinta bem e integrado no território.
Subject: Artes
Call Number: 23585
URI: http://hdl.handle.net/10216/80396
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
23585.pdfO Modernismo na Arquitectura e na Arquitectura Paisagista em Portugal. projectos conjuntos, ideias, contextos, formas.198.81 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons