Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/80358
Author(s): Sara Lima Nobre de Gusmão
Title: Escritos de Lina Bo Bardi. Confronto e diálogo para uma arquitectura de liberdade.
Issue Date: 2013-11-07
Abstract: The aim of this thesis is to know better the architect Lina Bo Bardi through her writing. Action we deem necessary, in order to a more complete analisys and interpretation of her projects.We discuss three nuclear themes in her writing. In order to do so, we read them in oposition or dialog with three other architects.The study of the genesys of the modern movement in Brazil which makes us explore her oposition with Lucio Costa, about the historical heritage valid to Brazil. The plea of both architects to the historical documentation of Brazil an the way they both integrate tradition in their architecture.The confrontation with Bruno Zevi to explore Lina's critics to the brazilian architecture and the way she protects the brazilian Modern Movement from the international criticism.At last, A dialogue with Vilanova Artigas about the social role of the architect. The idea that architecture has to defend and mean something in society. Thus the architect needs to be in touch with social reality and committed to the human progress.At the end, we risk a brief analisys of two of Lina Bo Bardi projects - Museu de Arte de São Paulo e Centro Cultural Fábrica da Pompéia. The porpuse of this analisys is to test if the theoric premissis of the architect, explained in the first three chapters, exist in her arquitecture.
Description: Esta dissertação tem como objectivo conhecer melhor Lina Bo Bardi, através dos seus textos, acção que julgamos imprescindível, para uma análise e interpretação dos seus projectos, mais completa.São então abordados três temas nucleares na sua escrita, colocando, para tal, os seus textos em confronto e diálogo com outros três arquitectos:O estudo da génese do Movimento Moderno no Brasil, traz à discussão as suas divergências com Lúcio Costa sobre qual a herança histórica "válida para o Brasil", o apelo de ambos à documentação histórica do Brasil e modo como integram a tradição na sua arquitectura.O confronto com Bruno Zevi para explorar os textos de Lina Bo Bardi de crítica à arquitectura brasileira e a forma como defende o moderno brasileiro da crítica internacional.Por último, uma situação de diálogo com as posições de Vilanova Artigas sobre a função social do arquitecto. A ideia de que a arquitectura tem que defender e marcar posições na sociedade, e que para isso, o arquitecto tem, também ele, que estar ligado à realidade social e empenhado no progresso humano.No final, arriscamos uma breve análise de dois dos seus projectos construídos - Museu de Arte de São Paulo e Centro Cultural Fábrica da Pompéia. Esta análise tem como objectivo testar se as premissas teóricas da arquitecta, explanadas nos três primeiros capítulos, existem na sua arquitectura.
Subject: Artes
Arts
TID identifier : 201546574
URI: http://hdl.handle.net/10216/80358
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
23581.pdfEscritos de Lina Bo Bardi. Confronto e diálogo para uma arquitectura de liberdade.77.3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons