Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/80329
Author(s): Ruben António da Silva Santos
Title: Sustentabilidade na habitação massificada. Entre a responsabilidade e o potencial.
Issue Date: 2013-11-05
Abstract: Having assumed more or less imposing forms, Man's impact on hissurroundings is a constant throughout his history. Contemporary society,however, has developed organizational, productive and consumptive patterns,that made unbearable the effort demanded on the environment. Themass broadening of many aspects of life is, in this manner, inseparable fromthe environmental crisis we face today.When it comes to ecological impact, construction, generally speaking,and housing, in particular, are extremely important factors, for they representa huge share of the problem. Thus, this study focuses on sustainability as anunavoidable theme in architectural practice, within a context of mass-producedhousing.For that effect, we aim to understand which methods are wrong inprojectual and constructional approaches, and which can replace them, fromtechnological development to the reconsidering of good principles meanwhileforgotten, assuming a posture that won't focus on one side while neglectingthe other.This essay presents, for that purpose, a four-phased structure. First ofall, there is the environmental issue's historical and social background, notonly in an architectural perspective, but also in relation to other society's aspects.Then, there's an analysis to determine which methods contribute to theproblem's development, so that it's possible, in the third phase, to approachthe solutions. The final phase consists of an experiment with some of thosesolutions, applying them on a collective housing project, to understand theirrepercussions on the projectual act.
Description: O impacto do Homem no mundo que o rodeia é uma constante aolongo da sua história, tendo assumido formas mais ou menos impositivas.No entanto, a sociedade contemporânea desenvolveu padrões de organização,produção e consumo, que tornam incomportável o esforço exigido aomeio-ambiente. A massificação dos muitos aspectos da vida é, deste modo,indissociável da crise ambiental que enfrentamos.No panorama do impacto ecológico gerado pela massificação do consumo,a construção, em geral, e a habitação, em particular, são factores defundamental importância, na medida em que representam uma enorme parcelado problema. Este estudo foca-se, então, na sustentabilidade enquanto temaincontornável da prática arquitectónica, num contexto de habitação massificada.Procura-se, para isso, compreender quais as práticas erradas na abordagemaos actos projectual e construtivo, e quais aquelas que as podem substituir,do desenvolvimento tecnológico ao reconsiderar de bons princípiosentretanto esquecidos, numa postura que não se concentre num lado em detrimentodo outro.A presente dissertação apresenta, assim, uma estrutura dividida emquatro fases. Primeiramente, faz-se o enquadramento histórico e social daproblemática ambiental, não só na perspectiva arquitectónica, mas tambémem relação com outros aspectos da sociedade. De seguida, efectua-se a análisedos métodos que contribuem para o desenvolvimento do problema, paraque na terceira fase seja possível abordar as soluções. Por último, confronta--se algumas dessas soluções com o acto de projectar, para compreender asrepercussões das primeiras no segundo, através da realização de um exercíciode habitação colectiva.
Subject: Artes
Arts
TID identifier : 201546370
URI: http://hdl.handle.net/10216/80329
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
23512.pdfSustentabilidade na habitação massificada. Entre a responsabilidade e o potencial.2.27 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons