Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/80319
Author(s): Rodrigo Ribeiro de Oliveira Dessa
Title: A função e o jogo no ambiente urbano. Cidade latino-americana, corporação Amereida, Valparaíso
Issue Date: 2012-11-08
Abstract: Directly related with the "rational evolution" of urban science, functional planning became a powerful (and sometimes dangerous) instrument of control - usually far from individual impulses and opinions. Nevertheless, the absolute "consensus" of rational urbanism springs new forms of life (and construction), whose informal character escapes the most generalist planned solutions. It is the aim of this investigation to study these alternatives and the way they relate themselves (or not) with the formal city.The game (here associated with the concept of liberty) will be stronger within the informality, in the sense that the process of its formation implies a more direct and interactive approach with the urban environment, creating "self-organized" spaces in permanent renovation - an "anti-city", more tolerant and participative, living together with the "official" city.This antagonism will be placed in Latin America, where each approach would find its extreme either in the traditional Latin American City (function) or the experiment that is the Open City (game). In this sense, the City of Valparaíso will be the foothold for a final balance about the necessary "complementarity" of these two concepts (game and function).
Description: Directamente relacionado com a "evolução racional" da ciência urbana, o planeamento funcionalista constitui um poderoso (e por vezes perigoso) instrumento de controlo da forma e da vida das nossas cidades - normalmente distante das opiniões e dos impulsos individuais. Contudo, no absolutismo de um racionalismo urbano "consensual", surgem formas de vida (e de construção) de carácter informal que escapam às soluções mais generalistas. É o objectivo desta investigação estudar estas alternativas e o modo como elas se relacionam (ou não) com a cidade formal.O jogo (aqui associado com o conceito de liberdade) será mais forte na cidade informal, no sentido em que os seus processos de formação pressupõem uma abordagem mais directa e interactiva para com o meio urbano, criando espaços "auto-organizados" e em permanentemente transformação - uma "anti-cidade", mais permissiva e participativa que, no entanto, vive em conjunto com a cidade "oficial".A contextualização desta oposição será feita na América Latina, sendo que cada abordagem encontrará o seu extremo ou na tradicional Cidade Latino-Americana (função) ou na experiência da Cidade Aberta (jogo). Neste sentido, a Cidade de Valparaíso será palco para um balanço final sobre a necessária "complementaridade" destes dois conceitos (o jogo e a função).
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/80319
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
23477.pdfA função e o jogo no ambiente urbano. Cidade latino-americana, corporação Amereida, Valparaíso46.82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons