Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/79938
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRibeiro, Vasco
dc.date.accessioned2019-02-03T21:37:42Z-
dc.date.available2019-02-03T21:37:42Z-
dc.date.issued2008
dc.identifier.othersigarra:104044
dc.identifier.urihttps://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/79938-
dc.descriptionO autor investigou o noticiário político dos quatro principais títulos da imprensa diária portuguesa de âmbito nacional e generalista e aferiu o peso relativo de cada um dos tipos de fontes, identificou os meios de transmissão de informação aos media e caracterizou os graus de confidencialidade adoptados nesta tarefa. Entre as conclusões destaca-se a circunstância de só um terço do produto jornalístico dos diários estudados ser produzidopor iniciativa das redacções. Mais de 60% das notícias resultam de uma acção de indução por parte de assessores de imprensa, relações públicas, consultores de comunicação, porta-vozes e outros peritos de spin doctoring - ou seja, são determinadas pelas chamadas fontes sofisticadas de informação.
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofComunicação e cidadania : actas do 5º Congresso da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação (SOPCOM)
dc.rightsopenAccess
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
dc.subjectHumanidades
dc.subjectHumanities
dc.titleFontes sofisticadas de informação : Análise do produto jornalístico político da imprensa nacionaldiária de 1995 a 2005
dc.typeArtigo em Livro de Atas de Conferência Nacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Letras
dc.subject.fosHumanidades
dc.subject.fosHumanities
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
104044.pdf262.02 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons